quinta-feira, novembro 29, 2012

Palavras que nunca te ouvirei (outra vez)

Aqui há uns meses, o meu namorado disse-me uma coisa que eu nunca esperei ouvir da boca dele. Acho que foi tão inesperado e chocante para mim, que o meu cérebro automaticamente esqueceu, guardou aqui num recanto qualquer. Não sei porquê, estes dias voltei a lembrar-me desse episódio e voltei a sentir a mesma surpresa. Algures entre Manta Rota e Cacela Velha, num belo passeio a pé, o que é que ele me diz? Estas palavras, tal qual as escrevo:

***** [nome fofinho que ele me dá], se quiseres podemos ter um gatinho lá em casa. Não podia era ter unhas afiadas.

Ora, isto, vindo da boca dele, é a maior declaração de amor que me podia fazer. Primeiro porque os gatos estragam sofás, cortinas, colchas, cadeiras, etc. e a nossa casinha é bonita demais para começar a ter fios de coisas rasgadas por todo o lado. Depois, e isso sim é a parte da declaração, o rapaz é alérgico aos ditos cujos. Mal entra na casa dos meus pais (onde tenho 3 gatinhas lindas), mesmo que as gatas estejam presas, passados 5 minutos todo ele é olhos vermelhos e raiados, cócegas no nariz e espirros em série. Como raio queria ele ter um gato em casa, só para me agradar? Acho que, agora que me lembrei deste episódio, sempre que ele fizer algo que me desagrade vou ter de recorrer a isto. Ele esqueceu-se de comprar o que lhe pedi? Oh, ele queria ter um gato. Ele não me ajudou a arrumar a cozinha? Oh, deixa lá, ele queria dar-me um gato. Ele disse que a minha comida podia ter menos sal? Oh, 'tadinho, ele queria ter um gato só para me agradar. Acho que acabamos de encontrar aqui a solução para uma relação perfeita. Agora é só eu descobrir uma coisa que ele queira muito e eu prometer fazer, sem ter qualquer intenção de cumprir e já está. Pena uma Ducatti Multistrada ser um bocadinho mais cara que um gato. Aí uns 10 000 euros.


Mas que eu gostava de ter uma coisinha destas em casa, oh se gostava.

12 comentários:

Rosa Cueca disse...

I hear you!

CAP CRÉUS disse...

Os gatos não estragam cortinas, sofás, tapetes. Nem sei de onde retirou essa ideia.
Enquanto são pequenos gostam de brincar, logo nada como lhes fornecer matéria prima.
Quando crescem gostam de afiar as unhas, claro que sim. Nada como lhes dar matéria prima.
De qualquer modo, pode sempre e cerca de duas vezes por mês cortar as unhas com um corta unhas.
São essas ideias feitas que depois facilitam os abandonos e outras coisa do género.

kiss me disse...

Não são ideias pré feitas, é mesmo por experiência própria. Eu tenho 3 gatas na casa dos meus pais, sempre lhes cortamos as unhas e sempre lhes demos material para as afiarem sem ser no sofá e nas cadeiras, mas mesmo assim eles têm preferência pelo sofá, que se há-de fazer. E trepam às cortinas quando veem moscas ou outros insetos. Por estes lados isso não é nem nunca foi motivo para abandonar nenhuma.

Daniela disse...

errr.... Eu sempre tive gatos e eles estragam sofás e cortinas. Não é uma ideia feita, é mesmo uma realidade, e não é por alguém ler isto num blogue que vai abandonar um gato que já tenha....

Felitsa disse...

Que coisa fofa.. tanto gato como o seu "gato", muito legal vc notar o gesto dele. Perceber na sutileza a declaração de amor e dedicação. ahuahuauh O dificil sera realmente encontrar algo para dar a ele. aauhuah Adorei o seu espaço, voltarei masi vezes para ler e comentar. beijosss

Sabor Adocicado disse...

Realmente é muito querido. e uma grande prova de amor. Sortuda :)

Juanna disse...

Já sei, tu compras-me a Hypermotard e eu compro-te a Multistrada, que tal?

stantans disse...

eu tenho dois gatos e eles nunca me estragaram nada, nem cortinas, nem sofás nem nada. e nunca lhes cortei as unhas :P graças a deus que não sou alérgica a gatos, são a coisa que eu mais amo no mundo :)

kiss me disse...

Eu também adoro, arranhem coisas ou não.

Felitsa, bem-vinda ;)

Luísa Matos disse...

Tenho gatos, vadios que vieram quase a morrer com dias cá para casa, estragam coisas, enchem tudo de pêlo mas NUNCA os abandonaria. São tratados como família.

Flor disse...

Que fofo!!! :)
Adoro gatos!!!!!

*

Sara disse...

Eu tenho um gato e são muito afetuosos. eles não quebrar os móveis. Eu recomendo que você adotar gatos, porque você não vai se arrepender. Eu também recomendo que armes kit primeiro socorros com cremes, produtos de Virbac, etc