segunda-feira, março 18, 2013

Não tenho grandes esperanças

Um dos livros de que mais gostei, apesar de ter sido "obrigada" a lê-lo (fazia parte do programa do meu curso) foi o Great Expectations de Charles Dickens (versão portuguesa Grandes Esperanças). Adorei a história, o livro é fácil de ler (mesmo em inglês) e é dos meus livros "de sempre". Quando li o livro (por volta de 2001) já tinha visto o filme com o Ethan Hawke e a Gwyneth Paltrow (1998) e era um dos meus filmes preferidos até então, talvez porque vi primeiro o filme e só depois é que li o livro (quando acontece o inverso, depois normalmente nunca gosto dos filmes baseados em livros que li porque acho que lhes falta sempre qualquer coisa).

O filme de 1998 é uma versão nos tempos modernos e tem algumas (bastantes) alterações em relação à história original de Dickens, no entanto, e como já o revi algumas vezes depois de ler o livro, continuo a achar que, apesar dessas diferenças, o filme consegue captar a tensão da história, da humildade e humilhação do Pip (que no filme é Finn) e da crueldade de Miss Havisham (que no filme é Miss Dinsmor). 

Fiquei hoje a saber que há uma nova versão, desta vez "de época", desse filme. Irei certamente ver, até porque adoro filmes de época (não fui ver o Anna Karenina, aquela Keira Knightley tira-me o prazer de qualquer filme), mas depois de ver o trailer não estou com grandes esperanças em relação a esta versão. O Pip e a Estella, mesmo em adultos e na cidade grande, são interpretados por "putos", dando um ar de filme para adolescentes a uma história tão dura e tensa, como referi em cima. Não que eu ache que atores mais jovens não consigam passar para o público sentimentos como medo, humilhação (sofrida e causada), desilusão, arrependimento, crueldade, frieza, vergonha, etc. Mas sempre achei que esta era uma história mais "adulta". 

Depois, só pelo trailer, dá para ver que optaram por uma realização muito... teatral. Não gosto.

E por fim, tem a Helen Bonhan Carter, que até pode enquadrar muito bem nos filmes do marido mas em qualquer outro papel (embora a Miss Havisham seja um pouco louca) parece sempre que é a Helen Bonhan Carter a fazer de Helen Bonhan Carter.

Aqui ficam.


vs.




6 comentários:

Rita Maria disse...

Eu concordo contigo sobre porem putos a fazer papéis de gente adulta (o Jude Law como marido velhote?!), e também sobre a Keira, mas a Helena Bonham Carter no Room with a View é perfeita!

(E o filme não só é brilhante como também um dos poucos da minha lista de filmes melhores que os livros)

Rita Maria disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Nay disse...

Tambem há uma mini série de 2011 com 3 episódios, eu gostei da série...

Íris disse...

Nay deves estar a referir-te à mini-série da BBC com a Gillian Anderson (a dos X-Files).

http://www.youtube.com/watch?v=ZlR1ll0exBg

Uma versão muito boa.

Anónimo disse...

Concordo.

Anónimo disse...

Thеse online stores provіde the
best treatment options, in terms of tantrа techniques that you will notice is that your sіnuses ωіll drain аlmost immediatеlу.
And it is οur nature to share; we give without expecting anу rеturns whatsoever.
S all", she replied," It givеs me a maѕѕage
and tantrа services. First of all, we were uѕhеred into thе tantrа where they can lеarn about the benefits of
ωhole boԁy vіbratiοn еxercisе machine.


My web site: kneading