quarta-feira, março 06, 2013

Cultura vs. descanso

Quando ouvi falar a primeira vez do Em Parte Incerta de Gillian Flynn não liguei muito. Com esta invasão de livros pornográficos sensuais por tudo quanto é livraria, física ou online, olhei para a capa do livro, preto, letrinhas avermelhadas e achei que era mais do mesmo. No entanto, tantas pessoas a lerem o raio do livro e a dizerem bem, que é viciante, que está muito bem escrito e não sei quê, lá resolvi comprá-lo. Agora estou na dúvida se começo esse ou se começo este aqui do lado (da Trilogia Millenium). Nunca fui muito de romances policiais (sou um bocado palerminha, certo?) mas como sou muito influenciável e ultimamente quer mãe, quer namorado só dizem maravilhas desse género literário, vou dar-lhe uma oportunidade. 

Mas, como não posso fugir aos meus próprios gostos, comprei também o primeiro livro da Trilogia do Cairo, de Naguib Mahfouz: Entre os Dois Palácios (os seguintes são O Palácio do Desejo e O Açucareiro, para quem estiver interessado), que pelos vistos, retrata a história de uma família a viver no Cairo nos anos 20. Segundo a descrição, esta trilogia tem tudo o que eu gosto: capas bonitas (sim, eu sou daquelas que julga os livros pelas capas, já não há paciência para capas com rostos/mãos de mulheres, um mar ao fundo, uma flor, etc.), passa-se noutra época, noutra civilização, pode considerar-se um romance histórico pois a ação desenrola-se no meio de factos verídicos (ocupação britânica do Egito depois da I Guerra Mundial) e o autor já ganhou um Nobel.

No entanto, ando acometida de um mal que não me tem deixado pôr em prática as minhas intenções literárias, de seu nome sono. Acho que volta e meia, pelo menos toda a gente sofre de uma ou duas semanas em que anda com mais sono do que o normal. Estes dias mal acabo de jantar e me sento no sofá, os olhos começam quase a fechar, quase não consigo ver um filme inteiro sem adormecer e só me apetece ir dormir às 21h e só acordar às 8h. pelo que os livrinhos têm ficado a olhar para mim a dizer "lê-me lê-me" mas para já a cama anda a ganhar todos os rounds.

7 comentários:

Mariposa Colorida disse...

Em Parte Incerta é muito, muito bom!

Espiral disse...

Já li a triologia do Cairo e gostei muito. Começa que são mesmo viciantes.

Também li a triologia Millenium, gostei muito do primeiro livro, os outros não achei nada de especial.

Um beijo!

addle disse...

Não conhecia a Trilogia do Cairo, mas já fui ver e fiquei curiosa.
Estou farta de passar pelo "Em Parte Incerta" nas livrarias e nunca peguei nele, mas a capa é bastante gira.

Marianne disse...

Desengana-te: o "Em Parte Incerta" não é um policial. É um romance com laivos de mistério, o que, para quem AMA policiais, faz toda a diferença.

Eu li e... não gostei. Mesmo. Está bem escrito, que está, mas é tão previsível que dói. O início é chato (aquele género de tão-chato-que-apetece-desistir), mas passado esse deserto lê-se bem.

Entre este e o Millennium, a resposta chega de caras: Millennium!! (Também tem um início arrastado, mas vale tudo MUITO a pena...)

maria disse...

O Millenium devorei, e é sem dúvida viciante, perdi o sono à conta desse livro....sim quando comecei a ler só ainda não tinha sido publicado os outros dois....e depois devo ter sido das primeiras pessoas a comprar as sequelas...vale a pena....
Estou acabar a"Parte incerta" e é também bastante cativante (não tanto quanto os Millenium), mas é interessante...
Quanto à triologia do CAiro ando há algum tempo a namorar e parece que me despertaste o interesse....vou nessa!
Boas leituras!

Cidália disse...

Acabei de ler "EM Parte Incerta", e gostei, foi uma leitura agradável e não era capaz de largar o raio do livro, assim que tinha um tempinho lá estava eu agarrada ao livro.
Beijinhos

Anónimo disse...

For those who hate to get uрin the morning tо a wondеrfully indulgent wοman's Tantra gift basket to give added comfort. Peeke is active in the spa industry, and came up with the best possible way. The correct way of treatments and the Tantra.

My web blog ... Body treatments