quarta-feira, maio 09, 2012

Eu não estou a torcer pela Maria João

Eu tenho muita pena da Maria João e do Miguel, mas deve haver milhões de casais na mesma situação, ou pior, com menos recursos, financeiros, de disponibilidade, de tudo. Parece que é preciso atingir alguém "conhecido" para que as pessoas se lembrem que essa p*** dessa doença existe, como se a Maria João merecesse mais a nossa atenção, pena e força, só porque tem um marido a escrever coisas bonitas nas revistas.

Eu não estou a torcer pela Maria João. Estou a torcer por todas as Marias Joões deste mundo.


5 comentários:

homem sem blogue disse...

É uma realidade que as pessoas têm tendência a emocionar-se mais com casos mediáticos como é este de que falas e como é o do filho do Carlos Martins. Porquê? Não sei. Mas realmente, estas pessoas são tão importantes como qualquer uma que mora no meu prédio.

Desejo as maiores das sortes para a Maria João e para o pequeno Gustavo como desejo para todas as pessoas do mundo que sofrem do mesmo.

Felizmente, no caso deles, o dinheiro não é problema e podem ir à China em 5 minutos para fazer algo que o resto das pessoas não podem.

Espero mesmo que tudo corra bem. Para eles e para todos!!!

homem sem blogue
homemsemblogue.blogspot.pt

Juanna disse...

Podes crer...

maria madeira disse...

Obrigada por isso, por torcer por todas as "Marias Joões" deste mundo.
A minha mãe pertenceu a este grupo e infelizmente tenho que dizer "pertenceu".

Kitty Fane disse...

Mas eu acho que por torcermos pela Maria João, não quer dizer que não estejamos a torcer também pelas outras. A única diferença é que a Maria João é conhecida. Logo, a sua história chega a toda a gente. Já a das outras, não.

Beatriz disse...

Concordo plenamente que se torça por todas as Marias Joões por igual. No entanto, o facto desta doença estar a afectar alguém conhecido aumenta a sua visibilidade (como se não estivesse presente o suficiente); e é mais fácil pensar, ou "torcer", pelas nas melhoras de uma pessoa só do que pela humanidade em geral. Mas não deixa de ser injusto. Partilho da tua opinião e sentimento.