segunda-feira, abril 16, 2012

As vidas que a volta dá (ou post lamechas da semana)

Eu até devia ter vergonha de dizer isto mas eu tinha bilhete para ir ao Coachella 2012, que ocorreu no fim de semana que passou. No entanto, não fui. Comprei-o num acto de loucura colectivo (5 ou 6 amigos) no primeiro dia (primeiros minutos?) em que foram postos à venda (algures no início de Junho de 2011). Sim, leram bem, nós compramos a #%#$%# dos bilhetes com quase um ano (UM ANO!!!) de antecedência. Acontece que as nossas vidas deram tantas voltas, mudaram tanto (a minha, pelo menos) que já não faria sentido ir no contexto em que foi planeado (3 semanas, roadtrip ou train trip pela costa oeste). Nem para mim, nem para os outros futuros companheiros de viagem. As pessoas chamam-me louca, dizem-me que devo ser muito rica para deitar tanto dinheiro fora, que devia ter ido no matter what e outras coisas que tal. A verdade é que não trocava os 200 e tal euros nem uma viagem pela costa californiana pelos últimos 6 ou 7 meses. Mesmo sem ver as minhas bandas preferidas, mesmo sem viagens transatlânticas, mesmo sem sol e praia, mesmo sem roadtrips (ok, houve uma ao Gerês, que será tema para outro post). É que o que eu ganhei nestes meses não só compensa essa perda como, por comparação, torna esses planos pequeninos pequeninos.

 Por isso não, I'd rather NOT be at Coachella.


7 comentários:

Lidicas disse...

é por isso que não gosto de fazer planos. Não sabemos nada acerca do futuro, de que forma o podemos planear? :)

H. Ayres Pereira disse...

não percebo o que é que uma coisa tem a ver com a outra, ou a roadtrip durava e invalidava esses sete meses espectaculares?

de qq maneira, confiando em ti, deve ser um motivo e pêras. ou barba rala.

kiss me disse...

Porque eu só tinha bilhete para um não é verdade? E isso não me interessava ;))

Luigi disse...

Emoldura o bilhete e pendura na parede ;)

dani disse...

então e um doa amigos a quem não fazia sentido ir também não podia vender? de qualquer forma, acho que se deve aproveitar as oportunidades para fazer cenas sozinha (o), nunca se sabe quando vai ter outra altura igual...

dani disse...

ah, fiz o mesmo mas por razões diversas com o bilhete do pitchfork festival de há 4 anos. mas esse só custava 50 dólares (35 euros na altura)

H. Ayres Pereira disse...

oh. continuo a perceber.

sofrias um bocadinho pelo amor. e vinhas com lábios a saber a música e california, ele ia apreciar.