quinta-feira, março 29, 2007

...

Mau mau é o nosso chefe nos dizer "está interessada em ir a uma formação na República Checa em Junho?" e passados dez minutos dizer "não, não afinal não se vai verificar".


E este post era para ficar por aqui, mas inspirada pela detective mais gira que conheço (não conheço mais nenhum(a) mas tenho a sensação que esta é gira), lá resolvi contar a história toda.


"Ptantos" lá estava eu muito sentadinha na minha cadeira, a traduzir as minhas palavrinhas e a trocar mails com o meu colega mais divertido, quando o chefe lá se aproximou. E então ele'ssassim: "haveria algum inconvente em mudar as suas férias de Junho? É que há uma formação e nós gostavamos que a Rita fosse." E nos centésimos de segundo que ele demorou até começar a próxima frase eu lá pensei fixe, deve ser aqui no Porto, eu até curto aprender, 'bora lá fazer uma formaçãozita. Então eis que ele diz a fatídica frase que nunca mais sairá da minha memória: "está interessada em ir a essa formação na República Checa?". COMO??? República Checa??? Siiiiiiim!!! "É de 4 a 8 de Junho". Ele lá foi para o lugar dele, enquanto eu arquejava, sufocava, tentava tudo por tudo para respirar, para não desatar aos berros e aos saltinhos histéricos pelo departamento. Comecei logo a pensar na roupa que haveria de levar, na mala, qual seria a temperatura nessa altura do ano, como seria o hotel, se levaria as minhas lentes ou os óculos (para dar uma de intelectual), como seriam os outros participantes, já a pensar que tinha que ir comprar um caderno e uma caneta das boas (que em cursos cuja inscrição são 1000€ não podia levar as canetas que oferecem aos papás a dizer Jabasulide), já preparada para ligar a um amigo que esteve lá o ano passado nesta altura para perguntar como é que estava o tempo e essas coisas todas, já a sonhar com o italiano bonitão que eu ia conhecer, por quem me ia apaixonar loucamente (e ele por mim), nas noites tórridas no hotel de 5 estrelas que a chefia ia pagar, já me imaginava a ser pedida em casamento "ti amo amore mio" e mudar-me de malas e bagagens para Roma e andar de vespa e comer lasanha e ver os gladiadores que estão à porta do Coliseu, e passear na Piazza Navona e................... Quando ele volta e me acorda dos meus sonhos com um frio e seco "desculpe mas afinal já não se vai verificar. Só vai a X e a X. Sabe, elas estão cá há mais tempo e nunca foram a nenhuma. Para o ano vai a Rita e o X." Para o ano! Humpf!!!


Ele saiu e eu só vi o meu italianozinho e a minha vida de amor, sexo, compras e felicidade a esfumar-se no ar. Partiu-se-me o coração, é crueldade demais!

13 comentários:

MiSs Detective disse...

isso é perverso!! pérfido!! já uma gaja pensou na roupa que levar, no que tem que comprar, no que pode acontecer, a que horas sera o voo, quem irá tambem, blablabla e depois nada.. PERVERSIDADE!!!

la pamplonica disse...

Hummmmmmmmm....Tcharannnnnnn...em Pamplona há italianos, há de tudo amore mio!!!
(se bem que a minha experiencia romanesca deixou muitoooo a desejar)
E nós, guapissímas e fantásticas vamos fazer um duo daqueles tremendos. Qual sexo e a cidade...já só sonho com esses dias!!!
Prepara-te!!!
Agora é que eles vão ver quem são as tugas. Não são ciganas nem mouras...Elas são tremendas!!!!Somos nós!

kiss me disse...

Nunca mais é dia 28 amiga!

babaloud disse...

...e assim se acabou um belo casamento.
Os "bosses" são mesmo uns desmancha prazeres!

MiSs Detective disse...

mt agradecida!! (sou mt gira sou :P )inspirada em mim!! que lindo!! lololol nos gajas somos todas iguais.. fazemos o filme todo!!!

entao dia 28 vai tudo para espanha??

kiss me disse...

Tudo não, só eu. A Pamplonica já lá está... e eu vou lá passar um fim de semana maravilhoso (esperemos!).

El-Gee disse...

Ri-me infinitamente com isto. O que eu acho piada aqui é no quao genuino e este blog. Muito engraçado.

Agora, uma coisa devo dizer. Nos, homens tugas, que somos homens como os outros, temos a opiniao consensual que as portuguesas sao mulheres dificeis de levar para a cama. ("dificeis" em relacao a outras nacionalidades).

Ora bem, venho aqui e a senhora doutoura diz-nos abertamente que deseja sexo com um italiano desconhecido em Praga.

Agora ajude-me, que estabeleci umas hipoteses e gostava de saber a resposta!!

1) A autora deste blog nao é uma portuguesa comum e nao tem reservas nenhumas face ao sexo

2) A autora deste blog está no padrao normal das portuguesas, e as portuguesas cortam-se ao sexo em Portugal mas quando vao ao estrangeiro ja vao a imaginar com quem se vao deitar - atenção, esta hipotese e gravissima!

3) A autora deste blog, talvez como as restantes portuguesas, mais facilmente se deita com um italiano do que com um portugues.

Estou inclinado para a hipotese 2, mas diz-me tu!

Obrigado!

p.s.: devo dizer que tenho aprendido mais a ler blogs de mulheres como tu e outras, do que em 23 anos de masculinidade por esse Mundo fora

Anónimo disse...

Roma?Vespa?Lasanha?Italiano?Casamento?'amore mio'?digam a verdade, isso é tudo treta n é?Gostam é de Gondomar, Casal 2, Tripas à Moda do Porto, Portugas (de camisa aberta e fio de ouro), casamento e...em vez de 'oh amore mio'...'cumo é ca****lho...o cumeri 'inda num tá pruanto?fo**-se!entom em antes bou tumar café...
digam lá...não é bonito?
PORTUGAL, PORTUGAL...uups...desculpem...GONDOMAR, GONDOMAR!!!!!!!
M.

Alessia disse...

Grande desilusão!!!Não se faz a ninguem!!

Utzi disse...

heheheh que filme!!! Deixa lá, quando menos se espera acontecem coisas maravilhosas mesmo sem sairmos do lugar ;)

... sempre estou para ver o que vais responder ao el-gee...

Beijinhos e bom fim de semana! :)

kiss me disse...

Oh M., cumé cadibinhaste hóme? Cum carago, eu gosto é de tugas que palitam os dentes, tiram a cera das orelhas e a sujidade do nariz, tudo com o dedo mindinho. Qual italiano qual quê!

wednesday disse...

Que mau mau mau...... :(

Esse chefe não é amiguinho!
Eu ao menos o ano passado recebi uma notícia dessas mas concretizou-se. O que me fizeram foi avisarem-me 2 semanas antes e 2 dias antes darem-me um curso intensivo de 1h do que ia dizer numa reunião que ia durar 2 dias e meio... Mas em Paris, em Paris... ;)

Inês disse...

Já me aconteceu uma situação parecida! É frustrante acenarem-nos com uma possibilidade destas e depois acordarem-nos do sonho! Grr é que não se faz!