terça-feira, janeiro 02, 2007

E como não podia deixar de ser...

...produções Beijo na Boca apresentam: o BALANÇO FINAL, ou melhor, o BALANÇO ANUAL (final dava ideia de que ia morrer e isso não me dava jeito nenhum agora que recebi subsídio de férias e que estou a planear uma viagem). E sei que já vai tarde mas gosto de analisar as coisas com uma certa distância e 2 dias pareceu-me tempo suficiente para reflectir sobre o ano que passou. Então cá vai:

Trabalho

2006 foi o ano em que trabalhei 7 meses em casa. Sem horários, sem obrigações, sem colegas chatos (nunca tive nenhum mas de certeza que deve haver muitos por aí) e com um salário muito bom. Foi o ano em que deixei de trabalhar em casa e passei a trabalhar a sério, numa empresa a sério, com horários e reuniões e uma chefe mal disposta. O ano em que comecei a arranjar-me para ir trabalhar, a estudar para ser cada vez melhor e o ano em que ganhei a coordenação de um projecto. O ano em que comecei a trabalhar com colegas (alguns já posso dizer AMIGOS) maravilhosos e que eu adoro.

Viagens

2006 foi o ano em que mais viajei. Fui uma semana para Itália, onde me mascarei no Carnaval de Veneza, passeei e senti-me uma verdadeira Julieta em Verona, conheci os famosos Kebab, viciei-me nos gelatti romanos, perdi-me no Coliseu e nas Piazzas e nas igrejas e conheci Roma de uma ponta à outra. Fui outra semana a Cabo Verde onde descansei até dizer chega. Onde fiquei da cor do meu teclado e de onde vim a descascar qual cobra em período de mudança de pele. Onde conheci um lugar onde não chovia há 4 anos, onde vi águas mais azuis que os olhos da Cameron Diaz e onde vi mulatos... bem, melhores que os do Brasil é impossível, mas eram jeitosinhos. Onde dancei funaná e abanei muito o rabo e comi peixe e comida africana e onde gastei 20 euros em mensagens do telemóvel. Foi o ano em que fui ao Algarve para o casamento mais surreal de sempre, de uma amiga muito querida e especial. Ano em que fui a Lisboa e andei pela primeira vez de metro. Ano em que fui a Vila Nova de Mil Fontes e à Zambujeira do Mar, onde tudo e mais alguma coisa me aconteceu.

Diversão

2006 foi o ano em que saí com os amigos de sempre e com os novos. Ano em que vivi grandes, grandes noites de Verão, que terminavam às oito da manhã com um croissant com fiambre sem queijo (não podia deixar de dizer a piada) num cafezinho de pescadores à beira-rio. Noites no Língua da Sogra com tudo que era amigos e conhecidos, noites de jantares espanhóis, de festas de aniversário, de whisky cola e sabe-se lá que mais. Ano em que fui mais uma vez às festas de Ponte de Lima, este ano com um sabor especial. Ano em que nessas mesmas festas fiquei numa quinta com mais de 20 rapazes bêbedos e/ou ganzados, e eu! Ano de muitos cinemas e cafés e jantares. Ano de muitos vestidos, de muita produção, de muita risota, de muitas saídas á noite e de muitas e muitas danças.

Cultura

2006 foi o ano em que mais livros li. Livros que eu escolhi e não livros impostos pelas mil cadeiras de literatura que tive na faculdade. Ano em que li sobre arte, história, psicologia e filosofia, ano em que li sobre o Egipto, sobre Veneza, sobre Florença, ano em que li histórias de amor. Ano em que fui à minha primeira ópera, em que vi concertos clássicos, em que vi Cats finalmente, em que vi Gotan Project. Ano em que fui para o festival do Sudoeste cheia de sonhos e acabei por ver só 4 concertos. Ano em que vi Marcelo D2, Corine Bailey Rae, Anastacia e o senhor Sting na companhia dos meus melhores amigos. Ano em que fiz o download de quase 100 cds (de modo completamente (i)legal), ano que em ouvi muita e boa música.E o ano em que criei este blog (iuupi!! repararam que pus esta informação na parte cultural??).

Amigos e amor (porque para mim os amigos são alguns dos meus grandes amores e os meus amores têm que ser sobretudo meus amigos)

2006 foi um ano que comecei já apaixonada. Ano de uma longa amizade colorida, cuja coloração foi ficando cada vez mais desbotada, até ficar completamente a preto e branco. Ou só a preto. Ano em que me desiludi com essa paixão. Ano em que conheci novos e bons rapazes e em que conheci um chato (doente, diria até) do pior. Que me persegue e me assusta cada vez mais. Ano em que conheci rapazes divertidos e queridos e em que tive boas conversas e bons momentos. Ano em que durante uns tempos me desejaram sonhos de cores diferentes todos os dias. Ano em que consolidei velhas amizades, a minha querida, querida, querida Maria João, a Ana, a Cláudia, a Diana, a Daniela, a Catarina, a Eva, o Fernando, o Tiago, o Miguel, o Helder, os Brunos... ano em que passei o S. João a dançar o samba e onde aprendi a máxima "se eu não me lembro é porque não aconteceu". Ano em que fiz novas amizades, a nossa "Pamplonica" Raquel que tanta companhia me fez no Alentejo e que tantos desabafos ouve. Ano em que a minha Patrícia voltou da Florida (já não era sem tempo) e em que a minha amiga Sara voltou de um período difícil... Ano em que conheci e fiz um novo amigo. Um amigo que me fez muita companhia nas noites do Porto quando vim para cá trabalhar. Companheiro de jantares, cafés, noites e noites de cinema ou de filminhos em casa. Amigo que faz muitas asneiras mas os amigos são para cuidar uns dos outros quando se faz asneiras não é? Ano em que dei bons beijos na boca, que é o que se quer! Ano que acabou bem e feliz, com colinho e promessas de um 2007 em grande!

12 comentários:

doceKin disse...

Portanto, fazendo uma continuação do q foi o teu ano, aguarda-se um 2007 em grande!
Boa!
Beijito ;)

Jaime disse...

E como é que foi o teu 2006 em matéria de confirmação dos extractos bancários (para ver se o banco não te roubou). Estava tudo bem? Os impostos de selo foram devidamente cobrados? Não havia comissões indevidas? Isso é que é interessante saber! :-)

Jaime
www.blog.jaimegaspar.com

tatoia disse...

o que mais admiro no teu blog é que o fazes unicamente para ti, que te dá prazer falar de ti, do teu mundo, que te estimas, que és feliz e que mereces sê-lo.

bom 2007! que continues fiel a ti mesma, digam o que te disserem na vida

:)

kiss me disse...

E olha que hoje já me disseram coisas bem más!!!

Anónimo disse...

Boas viagens, boas conversas, risos e choros, novos projectos com sucesso, velhos projectos a correrem bem... um bom ano, o de 2006!!!

Que 2007 seja melhor ainda, com mais viagens (Madrid e Barcelona estão a andar :)), mais projectos, mais conversas, mais risos (e mais choros: porque nao?)... e muitos "beijos na boca" (em honra da kiss me e do seu blog, que coloca um sorriso a quem o lê :))

E, de preferência, nada de malucos (kiss me: conta aqui com a psi para tentar resolver esse problema, ok?)

Um beijo amiga, e um excelente ano!!!

Esteleve

PePa disse...

Particularmente, gostei da inserção..."abanei muito o rabo":)

2007 espera-te!

Bolacha Maria disse...

Bom..não te podes queixar!Nem é preciso desejar mais que um 2007 igual ao 2006!

Pedro disse...

Tiveste bem melhor q eu.
2006 foi um ano para esquecer...e 2007 não está a começar lá muito bem...

Se a nossa vida é feita de ciclos...bolas q este ciclo negativo parece não ter fim...

Marisa disse...

Sou leitora assídua! Desejo que o melhor de 2006 seja o pior de 2007! já agora, q trabalho era esse? em casa e a ganhar bom dinheiro!! brincadeirinha...

kiss me disse...

A traduzir, minha filha, a traduzir.... :P

Maria João disse...

E tu és a minha amiga linda, linda, linda e fofinha, fofinha, fofinha!!! :) Sabes que mesmo que não partilhe contigo o dia-a-dia, és a minha amiga de sempre, a especial, aquela que me acompanha nas brincadeiras, nas noites de farra, nos momentos mais faceis e mais dificeis da vida... foi muito bom ver a nossa amizade assim fortalecida... agora, será para sempre!!!
Boa semana, e um beijinho!

P.S. - não encontraste o teu principe encantado em 2006, mas se foi um ano de bons beijos, já nao foi nada mau ;)

El-Gee disse...

"Ano em que dei bons beijos na boca, que é o que se quer!"

Com isto posso, entao, parar de ler este blog, por hoje.

Adorei esta hora. Dói-me o pescoço de uma noite dormida com o braço por baixo da almofada. E já passa da meia-noite. Amanhã trabalha-se. Mas foi giro ler isto!

Boa noite