segunda-feira, maio 22, 2006

O sexto medo



Lembram-se aqui há uns tempos quando tivemos que escrever sobre os medos? Pois, nessa altura ia-me debruçar sobre um grande medo meu mas depois desisti e resolvi dedicar-lhe um post só para ele. E que medo é esse que merece um post individual e tudo??

Eu revelo: eu tenho medo das tarefas domésticas! Tarefas domésticas, lides domésticas, lida da casa, trabalho doméstico, enfim, o que lhe queiram chamar! Ou melhor, eu não tenho medo das tarefas e sim de ter que as fazer... Felizmente (benção dos céus) a minha mãe nunca me obrigou a fazer nada a não ser dar um jeito na desarrumação do meu quarto e fazer a minha cama e felizmente (outra vez) sempre pudemos ter empregada, senão eu teria sido uma menina muito infeliz.

Alguns de vocês que me conhecem devem estar a perguntar: mas então a rapariga não morou sozinha no Porto 5 anos? Grande pocilga, não? Não, claro que não! Nos 3 primeiros aninhos e meio tinha lá a minha flatmate mais linda do mundo (mais uma vez felizmente!) e ela sempre foi muito arrumadinha. E mesmo no tempo que se seguiu, pronto, lá teve a Kiss me que lavar sanitas com as suas unhas vermelhas... e quando tenho que fazer até faço bem, não sou daquelas que diz que arrumou a casa mas a única coisa que fez foi passar o Swiffer por onde passa a procissão e mandar umas doses de air wick pró ar e já está. Quando é para arrumar, vou de cantinho a cantinho, com aspirador, pano do pó, produtos para a madeira, para o chão, para a cerâmica... faço um belo serviço. Mas que detesto, lá isso detesto!!! Tenho amigas que cozinham, passam, lavam, arrumam, tudo com o maior prazer. As verdadeiras fadas do lar (sim, estou a falar de ti). Eu não sou! E não quero ser. E não faço por querer ser. Nem tento!

Por isso, futuro marido se me estás a ler: pede-me muito amor e carinho, compreensão quando estiveres mais rabugento, companhia nos bons e maus momentos, traquinices no leito conjugal, que te faça massagens ou te prepare um banho de espuma (comigo lá dentro de preferência), tudo o que quiseres, mas por favor, pleeeaaase, promete-me que contratas alguém para te lavar as cuecas!!

8 comentários:

BarDoFred disse...

lololol
essa das cuecas tá mt boa!!!
Bem e s como esposa fores realmente assim...caso-m já!! Onde é k assino??? lol

Anónimo disse...

:)))) Adorei ler este post e subscrevo! Identifico-me imenso e até arranjei a modos que um rapazito jeitozito para as lides domesticas!!!

Beijo,

Esteleve

Rivera disse...

Arrumar a casa não o faço com muito gosto (tb adorava ter uma empregada) mas adoro cozinhar! Mas é claro que quando tenho de fazer todos os dias a paparoca para a famelga toda tb fico farta. Felizmente o meu futuro marido quer tirar um curso de culinária hehehe

nessy disse...

o ultimo parágrafo era digno de ter participado no romantiquices ;)

olha amiga, eu cá vivo com o meu namorado há uns anitos e tanto ele como eu arrumamos a casita... eu mais durante a semana (pq tenho mais tempo livre que ele) e ele mais ao fim-de-semana (altura em que fazemos tudo em conjunto e coisa torna-se mais agradável).. Não pulo de alegria por ir arrumar a casa a seguir antes de ir ter com a minha colega de grupo, fazer um trabalhinho para a faculdade... mas a verdade é que dá-me prazer ver as coisinhas todas arrumadinhas e não estou habituada a ter empregada... acho que nem ía gostar muito da ideia de ter mais alguém aqui a trabalhar em casa.. não tou habituada a ter empregadas.. gosto de estar sozinha e fazer as coisas à minha maneira.

Mas compreendo-te, és a típica mulher moderna ;) Beijinhos!

Luisa Seabra disse...

ahahahahaha!!
Somos duas, kiss me!!!!
e eu moro sozinha... e infelizmente não me posso dar ao luxo de ter empregada! Mas é o meu sonho, sem dúvida... qdo tiver oportunidade, monetária leia-se, é uma coisa q eu vou resolver!
Para já, o meu namorado gosta de lavar a loiça, uma das mil tarefas domésticas q odeio, eheheheh, já não é mau!

kiss me disse...

Pois eu tb só tenho empregada na casa dos meus pais...no Porto tem mesmo q ser :( mas enfim, que todos os problemas na minha vida sejam esses ahahahah

SUSHISTICK disse...

mas lá está...o truque é mexer muito e fingir mais! E voilá....aparece tudo feito! ehehe

Maria João disse...

:) a fada do lar não diria, mas até que me dou bem com as coisas de casa... o que aodro mesmo fazer é cozinhar, ou por outra, inventar!!! O meu papá diz logo: já se nota que a formiguinha chegou a casa!!! Parece que é comum nos farmacêuticos químicos orgânicos!!! :)

Um beijinho para a "dona-de-casa-não-por-favor" mais linda que conheço! E sim, de certeza que serás uma "companheira" excelente... meninos, não sabem o tesouro que têm aqui ;)