sexta-feira, maio 17, 2013

Parlamento aprova co-adopção por casais homossexuais

Daqui

Isto no dia mundial contra a homofobia ;)


3 comentários:

Where is...the Perfection? disse...

Ai adorei!

umquarentao disse...

HOMOSSEXUAIS E HETEROSSEXUAIS: O DIREITO DE SER PAI!!!
{o acesso a 'barrigas de aluguer'}
.
.
Ora:
- Muitas mulheres heterossexuais não querem ter o trabalho de criar filhos... querem 'gozar' a vida.
- Muitos homens heterossexuais não querem ter o trabalho de criar filhos... querem 'gozar' a vida.
--->>> Conclusão: é ERRADO estar a dizer (como já alguém disse) «a Europa PRECISA DE CRIANÇAS, NÃO DE HOMOSSEXUAIS!»... isto é, ou seja... a Europa precisa de pessoas (homossexuais e heterossexuais) com disponibilidade para criar crianças!!!
.
.
Nota 1:
Quando se fala em Direitos das crianças... há que ver o seguinte: muitas crianças (de boa saúde) hão-de querer ter a oportunidade de vir a ser pais... oportunidade essa que lhes é negada pela 'via normal'.
.
Nota 2:
Idealmente, uma criança deveria estar sempre acompanhada do pai e da mãe... ora, como é óbvio... não se pode proibir às pessoas com filhos o Direito ao divórcio.
.
Nota 3:
Deve existir Igualdade de Direitos: actualmente as 'famílias monoparentais de pai'... são ínfimas em relação às 'famílias monoparentais de mãe'...
.
Nota 4:
Andam por aí badalhocos não se querem dar ao trabalho de procurar CONDIÇÕES DE SUSTENTABILIDADE (ex: para ser demograficamente sustentável, uma sociedade deve alcançar a média de 2.1 filhos por mulher)... todavia, no entanto... querem andar por aí a proibir 'este e aquele' Direito às pessoas.
{obs: como é óbvio, uma sociedade deve procurar rentabilizar as pessoas (homossexuais e heterossexuais) com disponibilidade para criar crianças... bom... sim, há que fale em naturalizar a 'boa produção demográfica' proveniente daqueles países que tratam as mulheres como uns 'úteros ambulantes'!?!?}
.
.
.
Anexo:
UMA QUESTÃO A LEVANTAR:
- O Direito de ter filhos em Sociedades Tradicionalmente Monogâmicas!
.
Ainda há parolos que acreditam em histórias da carochinha... mas há que assumir a realidade:
-> Nas Sociedades Tradicionalmente Poligâmicas apenas os machos mais fortes é que possuem filhos.
-> No entanto, para conseguirem sobreviver, muitas sociedades tiveram necessidade de mobilizar/motivar os machos mais fracos no sentido de eles se interessarem/lutarem pela preservação da sua Identidade!... De facto, analisando o Tabu-Sexo (nas Sociedades Tradicionalmente Monogâmicas) chegamos à conclusão de que o verdadeiro objectivo do Tabú-Sexo era proceder à integração social dos machos sexualmente mais fracos; Ver o blog http://tabusexo.blogspot.com/.
.
Concluindo:
- Nas Sociedades Tradicionalmente Poligâmicas é natural que sejam apenas os machos mais fortes a terem filhos, no entanto, as Sociedades Tradicionalmente Monogâmicas têm de assumir a sua História: não podem continuar a tratar os machos sexualmente mais fracos como sendo o caixote do lixo da sociedade!... Assim sendo, nestas sociedades, numa primeira fase, deve ser possibilitada a existência de barrigas de aluguer [a longo prazo poderão vir a existir mesmo úteros artificiais] para que, nestas sociedades os machos (de boa saúde) rejeitados pelas fêmeas, possam ter filhos!
.
.
P.S.1.
Com o fim do tabu-sexo:
- a percentagem de machos sem filhos aumentou imenso nas sociedades tradicionalmente monogâmicas.
.
P.S.2.
Com o fim do tabu-sexo:
- por um lado, muitas mulheres das sociedades tradicionalmente monogâmicas vão à procura de machos de maior competência sexual, nomeadamente, machos oriundos de sociedades tradicionalmente Poligâmicas: nestas sociedades apenas os machos mais fortes é que possuem filhos, logo, seleccionam e apuram a qualidade dos machos;
- por outro lado, muitos machos das sociedades tradicionalmente Monogâmicas vão à procura de fêmeas Economicamente Fragilizadas [mais dóceis] oriundas de outras sociedades.

ABCXZD disse...

Legislação da Parentalidade por Casais do Mesmo Sexo em Portugal