quinta-feira, março 31, 2011

... (escolher títulos é uma cena mesmo difícil)

Às vezes só nos falta um empurrãozinho "assim" (inserir gesto em que o dedo polegar e o indicador se afastam 2 ou 3 cms) para dizermos a alguém tudo o que tínhamos entalado. Seja à mãe, ao pai, ao namorado ou namorada, ao melhor amigo ou melhor amiga, à irmã, ao irmão, ao chefe, aos/às colegas, ao amigo colorido, ao esquema manhoso, ao vizinho, ao presidente da junta ou ao animal de estimação (sim, eu falo com a minha cadela "vou contar até três para deixares de roer os meus sapatos" ou "tem calma, é só trovoada, eu estou aqui"). Adiante. O mal dessem empurrõezinhos é que às vezes acabamos por dizer muito mais do que o que queríamos dizer, para o bem ou para o mal. Ontem tive um desses empurrões mas, milagre dos milagres, disse exactamente o que queria dizer.

Só ficou a faltar o "muito". Acrescentava um "muito" em todas as frases.

7 comentários:

Miriam Rose disse...

Pois devo admitir que esses empurrõezinhos nos dão um alívio ao coração!!!! Bjs brasileiros!

Viajante do Tempo disse...

Depois desses emporrõezinhos fico sempre a sentir-me um bocadinho melhor ;D

Daisy disse...

Cheira-me que hoje vou ter um desses empurrões, ai cheira cheira... :)

lmmgarcia disse...

E quem disse que empurrão não é bom :)

Um desastre à espera de acontecer disse...

Estou no dilema falar ou não falar eis a questão..

Patife disse...

O Patife não aprecia empurrões (antes puxões e chupões). Mas bem que agora me dava jeito um empurrãozito desses. ;)

Anónimo disse...

Very niсe aгticle, totally ωhat I was looκіng for.
My web page ; successful long distance relationship stories