sexta-feira, fevereiro 27, 2009

Bebida

Suponhamos que eu era alcoólica. Durante um, dois anos tinha bebido intensamente, desenvolvido um vício sério. Consciente disso, juntei-me aos AA e, um dia de cada vez, consegui deixar de beber. Afastei-me de toda a tentação, deixei de ir a bares, e consegui, assim, deixar de pensar na bebida que, apesar de tudo, continuava no mesmo sítio à espera que lhe pegasse. No entanto, tornei-me muito confiante, achando mesmo que estava curada. Voltei a frequentar bares, a ver a linda cor da bebida e o seu cheiro a chamar por mim. No início enjoou-me. Foi fácil resistir, olhava para a bebida com a mesma sede de sempre mas saía do bar e não pensava mais nisso. Mas aos poucos comecei a ter vontade de ter um copo na mão, de dar um golinho que fosse. De sentir aquele cheiro forte outra vez.

Esta noite tenho um copo em cima da mesinha de cabeceira e três opções. Bebê-lo, deitando por terra todo o trabalho que tinha como garantido até agora. Deitá-lo ao lixo e sofrer com a privação. Resistir-lhe mas mantendo-o lá para me lembrar todos os dias o porquê de ter procurado os AA, mas correndo o risco diário de cair na tentação de molhar os lábios. E agora?

28 comentários:

filipa disse...

that's a biiiig question...

Não há hipótese de o alcoól se ter, por passos de magia, transformado num sumito sem tu perceberes?

Marta disse...

Espero que seja mesmo uma analogia!
Se estiveres definitivamente curada não precisas de manter o copo na mesa, deita-o fora e pára de perder tempo com o que já não faz parte da tua vida :)

Marisa disse...

Deita-o fora. Sofres com a privação, sim. Mas acabas por sofrer mais se caíres em tentação.

Matryoshka disse...

Eu estou na fase do "Hoje não vou beber". E amanhã farei o mesmo. Um dia de cada vez. E claro, sempre a manter a tentação bem afastada. Pode ser que passe...

Kiss

Make me PURE disse...

eu deixava-o em cima da mesa a tratava-o com despreso... quando ele me fosse indiferente é que deitava-o 'pelo cano a baixo'
Se esse copo me atormentava é porque ainda não estava completamente curada
beijinhos

gralha disse...

Sai daí. Pode ser que amanhã custe menos resistir.

Sanxeri disse...

Vai dar uma volta, vai ao cinema. Faz QUALQUER coisa menos cair em tentação.

A Gaija disse...

Deitar fora logo no início não é uma boa opção. Mantém-no por perto, onde o vejas e consigas relembrar-te, sempre, dos defeitos, do porquê de te teres querido "livrar" dele (do alcóol, claro que ninguém aqui está a falar de outra coisa :). E depois, pouco a pouco, vai-te afastando e afastando, até te ser completamente indiferente. Até não teres vontadinha nenhuma de lhe tocar. Até não te provocar nem vontade, nem raiva. Nada de nada. Até te ser tão indiferente que, estar ali ou não estar, é igual. E nessa altura sim, deita-o fora.

Corset disse...

deitar ao lixo claramente. Não há nada como cortar o mal pela raiz...e, tal como já foi dito, espero que seja uma analogia com um "mal menor"

beijo*

A Bebida disse...

Não resistas

Madame Butterfly disse...

Definitivamente, deitá-lo pela janela, pelo cano abaixo, ao lixo, o que quiseres. Tudo, menos manter uma tentação tão perto.

Princezinha disse...

Eu deixava-o ficar em cima da mesa para poder olhar para ele e pensar...por tua causa passei o que passei e cheguei onde cheguei, ficas aí sem ninguém que te beba.
Vira-te para o outro lado e dorme...

P. disse...

eu era deitá-lo pela sanita. log logo!

Miss Glitering disse...

Resistir hoje e sempre ao inimigo!

Força!

Beijos

Luna disse...

eu deitava-o fora... se se pensa com essa agonia no proibido, é melhor mesmo afasta-lo de vez para n se correr a tentação...
como dizes, ias deitar por terra todo o trabalho feito... achas que vale a pena?!
bj

Sem Jeito disse...

deitava logo fora! o q nos faz mal é cortar radicalmente!!
premio para ti no meu blog.
bjs

KINHA disse...

Olá!
Adorei seu blog, pois além de ter um belíssimo visual, tem ótimos posts. Espero sua visita.
http://amigadamoda.blogspot.com

hahaha disse...

Isso foi alguma cena que viste em alguma sére amaricana ou uma mera metáfora para a tua "sex addiction"? :p

Mi disse...

Amiga, cair naquilo que nos fez mal e que nos fez sofrer nunca é bom... sobretudo se deixá-lo foi tarefa dificil!! E beber um copo é voltar a beber... Mas se não fez tanto mal assim, se não falamos de bebida mas sim de sentimentos, uma recaidita pode até ser divertida :)

kiss me disse...

Oh amiga, só tu me entendes ;)
Mas ainda assim não bebi. Deixei o copo no mesmo sítio e saí de casa!

Laura Rodrigues disse...

Eu deixava-o em cima da mesa só para poder ignorá-lo. E pavoneava-me com um suminho só para lhe mostrar que não me afectava. E com o tempo, o álcool acaba por evaporar, por isso, deixa de fazer sentido.. acaba por ser só uma bebida sem personalidade e pior, passadinha de prazo.

kiss me disse...

"hahaha", mas alguém falou em "sex"???

Mnemósine disse...

Passa pelo meu estaminé, tens prémio.

Mims disse...

Eu punha o copo no lixo, lembrando-me sempre todos os dias do porquê de ter procurado os AA.
Beijinhoss

tanya disse...

Deita-o fora simplesmente para provar que o consegues ter fora da tua vida!!!

Lady M&M disse...

Se pensares no que te fez querer tomar outra bebida, e o resolveres, talvez nunca mais consideres o copo uma tentação.
Tens de resolver o que te faz sentir tão frágil que te leva a ponderar prejudicar-te...
És tu quem comanda a tua própria vida!

Miss G. disse...

Oh Kiss eu também te percebi sim? Se leres o meu comentário vês bem que todo ele é também uma metáfora. De quem percebeu que não se falava de alcóol.

日月神教-任我行 disse...

AV,無碼,a片免費看,自拍貼圖,伊莉,微風論壇,成人聊天室,成人電影,成人文學,成人貼圖區,成人網站,一葉情貼圖片區,色情漫畫,言情小說,情色論壇,臺灣情色網,色情影片,色情,成人影城,080視訊聊天室,a片,A漫,h漫,麗的色遊戲,同志色教館,AV女優,SEX,咆哮小老鼠,85cc免費影片,正妹牆,ut聊天室,豆豆聊天室,聊天室,情色小說,aio,成人,微風成人,做愛,成人貼圖,18成人,嘟嘟成人網,aio交友愛情館,情色文學,色情小說,色情網站,情色,A片下載,嘟嘟情人色網,成人影片,成人圖片,成人文章,成人小說,成人漫畫,視訊聊天室,a片,線上遊戲,色情遊戲,日本a片,性愛