quarta-feira, fevereiro 25, 2009

As mulheres e os sapatos

Hoje em dia a mulher não pode gostar de sapatos. Quem diz sapatos diz malas ou roupas em geral. Mas sapatos é mesmo o pior. As que gostam (essas vacas!, que não têm outro nome), deviam fazê-lo em silêncio, nunca revelando esse seu gosto. Se o querem revelar, deviam juntar um "perdão" no final, como se tivessem acabado de arrotar. Porque gostar de sapatos é feio, é mal educado, mil vezes mais reprovável do que cantar à mesa, não deixar a mulher passar primeiro, praticamente ao nível de cuspir para o chão. Quando se gosta mesmo muito muito, daqueles mesmo bonitos, chega até a ser crime e essas "senhoras" deviam ser apedrejadas até à morte, que isto de se gostar de sapatos consegue ser pior do que matar alguém. Porque sapatos bonitos são aquelas coisas do demo, que as mulheres só gostam por causa dessa série- igualmente demoníaca - uma tal de Sexo e a Cidade. Antes de haver essa série, as mulheres não gostavam de sapatos, não compravam sapatos. Andavam de socas e chinelos e o dinheiro ia todo no mercado, em legumes para a sopinha do marido. 

É que gostar de móveis bonitos, monumentos bonitos, casas bonitas, carros bonitos, flores bonitas, tudo isso é normal, apreciado até. Mas sapatos? Porque raio gostar de sapatos bonitos? Só mesmo essas fúteis. E as burras, claro! Mulher que gosta de sapatos e que o revela à boca cheia só pode ser fútil, pouco inteligente, pouco culta e instruída. Porque está cientificamente provado que sapatos bonitos são incompatíveis com funcionamento cerebral. Aliás, uns sapatos bonitos nos pés impedem a sua utilizadora (essa criminosa) de se interessar por tudo o resto à sua volta. Arte, cultura, literatura, informação. Uma mulher que goste de sapatos está fisicamente incapacitada para usar o cérebro mais do 0,01% e essa percentagem é usada unicamente para pensar em... sapatos. Tanta gente que me pergunta como saí da faculdade com uma média tão alta e a explicação é simples: não gostava de sapatos. Ainda me lembro como se fosse hoje, antes de um exame, eu preparada para desenvolver sobre o Romantismo alemão em Goethe, quando o professor de literatura alemã me diz "oh minha filha, podes estar sossegada. Com esses sapatos tão feios, tens um 19 garantido".

Temo que neste momento Alfred Binet e Theodore Simon estejam a dar voltas na campa. Não é que os homens tiveram tanto trabalhinho para criar a escala Binet-Simon (escala que mede o QI), quando na verdade é só olhar para os sapatos de uma mulher e, se forem bonitos (tacão alto e fino é o maior indicador) é logo sinal de baixo QI. O próprio Piaget, coitadito, anos e anos de estudo para se sair com a teoria dos estádios de desenvolvimento, quando na verdade a capacidade intelectual se vê desde cedo. Qual representação simbólica, qual raciocínio lógico! Uma criança que diga "mamã, não gosto destes sapatos, gosto mais daqueles" está condenada. É burra!

24 comentários:

Marisa disse...

Aliás, qualquer mulher que se preocupe consigo mesma e que tenha a ousadia de gastar dinheiro em coisas bonitas só para si está condenada ao falhanço.

Marta disse...

É verdade. Eles podem gastar rios de dinheiro em bilhetes para o futebol e na SportTV mas uma mulher que goste de moda e compre roupa é fútil e burra.

Marta disse...

É verdade. Eles podem gastar rios de dinheiro em bilhetes para o futebol e na SportTV mas uma mulher que goste de moda e compre roupa é fútil e burra.

Joaninha disse...

Nem percebo porque é que as mulheres ainda se dão ao trabalho de sair da cozinha...ah ah ah:)eu gosto de sapatos,so what?Não sou futil nem burra , modéstias à parte, muito bem sucedida profissionalmente, com um intelecto bem desenvolvido, obrigada...os sapatos são uma taradice qualquer que desenvolvi com o meu crescimento...desculpem sim :)

dualitate disse...

Nunca senti esse género de "preconceito". Se calhar estou rodeada das pessoas certas. Ou então não faço do meu gosto pelo que quer que seja cavalo de batalha. E adoro sapatos. Mas também adoro um mundo de outras coisas mais do que sapatos. Se calhar o problema é só esse. Estabelecer prioridades.

Beijo, beijo

Espiral

Very Irrésistible disse...

a minha panca por sapatos (especialmente altérrimos)deve ser um atentado à inteligência humana!

qual binet-simon, piaget, wechesler e outros que tais! é mesmo como dizes: a predilecção por sapatos é inversamente proporcional à inteligência mensurável!

que fantástica descoberta! qualquer dia, a cegoc contacta-te e ainda se vai ouvir falar, e muito, da escala de inteligência da beijo na boca. é o futuro.

tenho dito.

beijo bom

Corset disse...

vou responder de modo muito simples:

http://nomundodosespartilhosdeseda.blogspot.com/2009/02/precisa-se.html

E sou uma pessoa inteligente (e convencida também ahahahaha)

beijo* :)

Vee disse...

Estamos todas loucas, isso de gostar de sapatos... é viver no limite.

Assumo e digo em voz alta: adoro sapatos, fico doida quando compro uns e acima de tudo passeiam-se comigo para todo o lado!

Make me PURE disse...

as botas de montanhismo e os all stars pretos são bonitos? :/

beijinhos*

Pandora disse...

Castiga-me, pois pequei... Fui enfiar-me na Aldo este fim-de-semana, e até comprei uns sapatos... COM SALTO (perdãooooo) e até são bonitos!!!
Só não entendo como é que sei ler e usar sapatos bonitos ao mesmo tempo, serei sobredotada?

Bjs

Luna disse...

Ai, desculpa mas não concordo nada. Acho que, mais que nunca, as mulheres assumem os seus gostos e mais, acho que até está na moda dizer que se gosta de sapatos e de coisas femininas como forma de afirmação. Não há blogue feminino em que não apareça uma referenciazinha, ou uma fotinha dum par especial.

Mi disse...

Eu adoro, amo, sou fascinada por sapatos!!! Ao ponto de ficar colada à montra da Salvatore Ferragamo :) Sapatos de tacão, sabrinas, sandálias, sapatilhas... mais ou menos práticos, mas sempre com muito estilo ;) Já houve até quem me perguntasse se uso sempre uns sapatos assim fofinhos com berloques (era um rapaz, claro... as minhas meninas compreendem-me, não? ;) ) Quanto ao QI, nunca fiz o teste... até porque acredito que está feito para uma cultura, inserida num determinado contexto social, e que por isso não é totalmente generalizavel, mas agora também já nem vale a pena!! Seria no máximo um 40... ;)

Beijinhos amiga!!

Miss G disse...

Estou com a Luna( apesar de o meu blog nao ter uma única foto de sapatos!o que quererá isso dizer de mim?): parece-me uma ideia muitíssimo disparatada. Quer entao dizer que uma mulher ou é inteligente ou tem gosto em andar vestida/calcada? ou se descura o intelecto ou a imagem? etc etc etc.
Acho que nao se pode ser tao radical! Porém, concordo num pequeno ponto: andar por aí a comprar sapatos como uma louca SÓ por causa do S&C as "piquenas", isso nao!! A comprar que seja por nós mesmas.
Tenho dito!

kiss me disse...

Luna, eu concordo com o que disseste mas por outro lado também há imensos preconceitos em relação às mulheres que assumem esses seus gostos, que são futeis e isto e aquilo só porque escrevem de sapatos ou malas. Era essa ideia preconceituosa que eu tentei satirizar.

Luna disse...

Eu percebi a sátira, mas acho que hoje em dia cada vez menos se aplica, e felizmente!
Cada vez mais vejo o elogio em vez da crítica ao gosto pelo feminino.
Talvez porque durante muito tempo tenha sido um assim, como resquício das lutas feministas e intelectuais, está a dar-se agora o grito do ipiranga ao contrário. De modo que não creio que o que retratas no teu texto corresponda à mentalidade dominante no presente.

kiss me disse...

Eu sei que percebeste (não sei quanto anos a ler o teu blogue deu para perceber que és das mais inteligentes que por aqui anda). Espero mesmo que o que dizes seja a realidade para a qual caminhamos, vou tentar estar mais atenta!

filipa disse...

Confesso que não gosto lá muito de sapatos...

... mas gostei imenso do post! :)

(PS- dá para perceber perfeitamente que é irónico... mas pelo sim pelo não, podia pedir uma foto aos pés das pessoas que não percebiam a teoria!)

filipa disse...

E era "podias" em vez de "podia" e "perceberam" em vez de percebiam!

Isto de escrever comentários aos bocados tem muito que se lhe diga! :)

Rita Maria disse...

Sejamos honestos: este preconceito existe para além de algumas críticas idiotas a blogs de gajas a que elas depois respondem de coraçao e orgulho nas maos, como se fosse a altura de o mulherio se juntar a defendê-las?

Eu acho que a minha futilidade é parte de mim e contraria tao pouco a minha inteligência como o meu talento para adormecer ou a minha falta de jeito para o ténis. Por outro lado, se gosto especialmente de ler blogs de gaja e textos em que um par de sapatos tenha o seu papel, confesso que aquela tendência muito americana de referir a marca de tudo me faz um pouco de confusao...

O problema nao é a futilidade, o problema é quando nao há mais nada para além dela. Mas nao parece ser o caso nem deste blog nem das comentadoras.

Eu escrevo um blog há anos e raramente escrevo mais do que futilidades, mas ainda assim nunca senti na pele esse preconceito que aparentemente mobiliza tantas de vós....as pessoas vêm mesmo ter convosco a chamar-vos fúteis e idiotas?

Corset disse...

Eu percebi e sou "nova aqui". Apenas respondi com a mesma "moeda" xD

Evinha disse...

..eu gosto de sapatos ..gosto mesmo! ..nem preciso de os comprar ..tb gosto de olhar para eles ..tb gosto de os ver em pés que não os meus ..e gosto de pensar o "..porquê?" de aquela pessoa ter escolhido esses sapatos .. lolll gosto mesmo!:***

Mariana disse...

eu adoro moda,sapatos,malas etc e n sou burra nem futil

gostei do blogue:)

convido-as a passarem pelo meu para ver os sapatinhos etc;)

bjs

Kiamda disse...

Antes de Mais .... Boa noite ....

Eu sou "caloira" nestas coisas de Blogs, alias entrei porque vi a reportagem na SIC e despertou a minha curiosidade. Quanto a este texto penso que os "Sapatos" ( que alias devo referir sou um pouco freak num sapato, seja alto, sabrina, sandalia, havaianna, enfim tudo que seja pra por nos pes eu gosto!!! ) serviram de exemplo para um pre-conceito que infelizmente ainda existe nos dias de hoje, que é tão simples quanto isto; Uma mulher bonita, bem vestida, com cabelo, depilação e unhas arranjadas é uma "dondoca" que não faz mais nada que não seja cuidar da sua aparência e é de certeza ou rica ou burra !!! E o que é mais grave, a meu ver é que este tipo de "julgamento" é normalmente feito por nós mesmas, mulheres!!! Talvez porque as vezes nos custa um pouco ver uma "irmã" toda produzida e ainda descobrir que por detras ainda existem 3 filhos um marido lindo e ela é uma Sr. Doutora muito bem formada e muito inteligente!!! Como as vezes digo a brincar com uma pontinha de inveja " isso chateia!!!"
Bom não me quero alongar mais até porque acho que já o fiz, e em jeito de conclusão quero só dizer que é possivel vestir bem calçar ainda melhor e ser mãe, mulher, profissional, mas dá uma trabalheira terrivel!!! beijokas a todas e já sabem saiam sempre " nos trinkes" nunca se sabe quem nos esta a ver !!!

Luxa disse...

Uma mulher é sempre bonita tem é ke saber tirar partido e tirar partido será saber cuidar de si
seja com ke calçado ou carteira o seu intuito feminino dar-lhe-á as respectivas indicações pois eu sómente tento sentir-me bem e ponto final para kem ker ke seja....não nos podemos andar ao sabor da onda mas sim ao nosso próprio sabor...arranjo-me para mim sómente para mim
nada me preocupa a não ser eu sentir-me bem com os sapatos e a carteira e acima de tudo meninas....saber dar um passo com o calçado e saber o que se mete na malinha abraços