terça-feira, agosto 26, 2008

...

Quando me perguntam porque não tenho namorado, respondo "porque depois do X e do Y nunca mais encontrei ninguém de quem gostasse a sério". A resposta de volta é, invariavelmente, "tens que ser menos exigente". Eu não concordo. Quando compramos uma roupa queremos que tenha o máximo de qualidade possível, quando contratamos um pintor queremos que faça um serviço impecável, quando pagamos um hotel 5 estrelas esperamos um serviço perfeito. Vou ser menos exigente num dos aspectos mais importantes da minha vida? Contentar-me com pouco? Ou mesmo que não seja "pouco", vou contentar-me com menos do que aquilo que eu acho que mereço, do que aquilo que eu desejo para mim? Podia tentar, mas além de não querer, suspeito que não consigo. Tal como na cena aqui em baixo, quero alguém que me diga I'm completely, completely, in love with you. I even love the things about you that I hate. Não me quero contentar com alguém que eu, racionalmente, vejo que é ideal para mim. Alguém que é meu amigo, que me trata bem. Alguém de quem eu gosto mas não me faz sentir "aquilo" quando olho para ele ou estou com ele. Porque eu já tive isso. Já tive um namorado que mesmo depois de mil anos de namoro me continuava a mandar mensagens de manhã ao acordar e antes de dormir a dizer o quanto era louco por mim, escrever cartas de amor, e que me continuava a deixar extremamente feliz só por ser meu. Dizem-me para tentar, que o amor cresce lentamente. Pode ser... até podem ser as relações mais estáveis, duradoiras... mas serão as mais felizes? Quero aquela excitação, aquela falta de ar quando se está um dia sem ele, aquela vontade de não se querer afastar nunca, mesmo que já se esteja junto há muito tempo. O amor não é racional. Não é o "ah sim, gosto dele, ele trata-me bem, damo-nos bem, não vou arranjar ninguém melhor". Quero o "sim, adoro-o, a cada ano que passa gosto mais dele, a cada ano que passa fico mais maluca por ele". Dirão vocês que isso é paixão e que a paixão passa. Para mim esse é o verdadeiro amor. É dizer "gosto tanto tanto tanto tanto de ti" e ficar com as lágrimas nos olhos. É dizer I'm completely, completely, in love with you e carregar no segundo completely, como se doesse...



- Marry me.
- What?
- I mean it, I don’t wanna wait. I want to make this official.
- Because I changed the lightbulbs?
- No… yeah. Because, Scotty, that’s who you are.
I’m completely, completely, in love with you. I even love the things about you that I hate. Because you make me feel that I don’t have to be anyone other than who I am. And to me that feels like family and that’s what I want us to be. I want us to be a family because that never ends.
Scotty I am asking you. Would you please marry me?

25 comentários:

Pimentinha dos Pitos disse...

Existem duas formas de tentar ver as coisas. Podemos no meio das qualidades tentar ver os defeitos e vice-versa. Não te confinas a procurar os defeitos. Se a cada dia tentares encontrar no teu companheiro uma nova virtude vais encontrá-la. Se procurares algo que não te agrade também. O perfeito, tenho pena, mas não existe.

Utopia disse...

Estou contigo e como tu!
Também quero alguém assim. Cada vez que vejo um filme romântico fico com vontade de vivê-lo, de encontrar alguém assim para mim. Alguém que não tenha medo de gritar no meio da rua que me adora!

Mas parece difícil encontrar o príncipe encantado...
Boa sorte!

Beijo,
Utopia

joao disse...

http://www.youtube.com/watch?v=zkBdA1hclNw

PS desculpa a c.d.

kiss me disse...

E põem-me a chorar logo de manhã.
E eu que gosto tanto de e.e.cummings...

Braz disse...

Simplesmente brutal...

ups disse...

Não podia estar mais de acordo... Sinto exactamente o mesmo e é exactamente o mesmo que quero voltar a encontrar.

Bela Sonhadora disse...

ora nem mais!!! EU AINDA ACREDITO!!

Miss Kin disse...

E esta magia acontece hoje em dia, mais depressa entre gays do q entre heteros.
Acabou a história de q os gays são promíscuos, as relações mais duradouras com q me tenho deparado, são relações entre dois homens (ñ tenho conhecimento do circuito feminino)...

precious disse...

Nunca cá tinha vindo antes, vou, com certeza, tornar-me visita assídua!
Porque a expressão 'tiraste-me as palavras da boca' se aplica como nunca neste teu post. Porque sinto exactamente como tu e, porque se há alguma questão em que não devemos querer menos do que aquilo que merecemos é no amor, eu quero um amor como nos filmes. Não quero um amor convencional, um amor que dê jeito.. quero um amor que me faça berrar e chorar mas que, acima de tudo, me faça AMAR.

E já agora, o Miguel Esteves Cardoso também partilha da mesma opinião:
"Parece-me que já ninguém se apaixona de verdade. Já ninguém quer viver um amor impossível. Já ninguém aceita amar sem uma razão. Hoje as pessoas apaixonam-se por uma questão de prática. Porque dá jeito. (...)Já ninguém aceita a paixão pura, a saudade sem fim, a tristeza, o desequilíbrio, o medo, o custo, o amor, a doença que é como um cancro a comer-nos o coração e que nos canta no peito ao mesmo tempo?" (Elogio ao Amor Puro - Miguel Esteves Cardoso)

P.S: desculpa o tamanho do comentario *

precious disse...

ah! e 'irmãos e irmãs' é mesmo optimaaaa serie :)

Jo disse...

Embora esteja numa fase céptica em relação a amores perfeitos, principes encantados e paixões para sempre, ainda há uma réstia de esperança.
Excelente excerto;) Já me pôs aqui de coração pequenino...
Desculpa a invasão. Gostei do blog;)

Anónimo disse...

Eu não digo que tu és grande? Chego no sábado...temos que aproveitar esta semanita.
Raquel

umagaija disse...

Acho que o amor é uma coisa e a paixão é outra. Acho que falas de amor e não de paixão, embora a forma de o coração saltar seja diferente quer se trate de amor ou paixão. Acho também que o amor e a paixão podem coexistir entre duas pessoas e acho que, quando há amor verdadeiro, primeiro, houve também paixão. Quando a paixão acaba ou dá lugar ao amor ou dá lugar a... nada, embora muitas pessoas transformem este nada num "amorzinho" de conveniência, o tal "ah, gosto dele, ele trata-me bem, não vou encontrar niguém melhor". Não sei se o que disse faz algum sentido, mas, SEM DÚVIDA, também é o que quero para mim e continuo a acreditar que existe, embora acho que as pessoas se estão, cada vez mais, a tornar descrentes, frias e, com isso, tristes. Não digo egoístas, porque um egoísta quer o melhor para si e, o Amor, o verdadeiro, pelo menos, é o melhor que se pode ter.

nando disse...

Ah... também vou dar a minha opinião. O grau de exigência não pode ser demasiado elevado, é um facto. Não existem príncipes encantados. E se existissem, andariam à procura de princesas encantadas... :S
Isto que dizer que tens de te contentar com pouco? Tem tudo a ver com o conceito de pouco. Estás à procura da perfeição dos filmes?... Bem, nesse caso, prepara-te para muitas desilusões. Estás à procura de alguém especial, com defeitos e qualidades, mas com quem tenhas "química"? Aí, prepara-me para procurar. Nem sempre aparece debaixo da primeira pedra... mas nesse caso (penso eu), já não é pedir demais... :)
Quanto ao final... lamento concordar com o resto do mundo... mas existe uma grande diferença entre paixão e amor. Assim, muito foleiro, direi que a paixão é cega. O amor não...
;)

Bardot disse...

Mas sabes eu acho que aquilo que procuras consegues encontrar num inicio de namoro...mas se depois as coisas ficam sérias e o tempo passa e namoram anos, aquela "coisa" quando o vimos vai passando...nao significa q n gostemos dessa pessoa mas aquele sentimento de inicio de namoro vai desvanescendo...e porque nem tudo é perfeito ate ao fim..pq quando as pessoas começam a falar de coisas serias e existe opnioes divergentes etc (isto é so um exemplo) e começam a planear futuros juntos etc.. e começem os problemas de gente grande ..outros problemas vão aparecendo...! E por isso acredito que as coisas nao vao ser perfeitas com ng ate pq n ha ng exactamente igual a ng...e dp tb ha outra coisa, s olharmos para os nossos pais por ex ou mts casais q estao casados á mais de vinte anos... ele ja n sentem akela "coisa" quando vêm a outra pessoa, pq estao c ela tds dias etc e ja paxaram por mt mas n é por isso q deixa d ser a pessoa da vida deles!

Emma disse...

mas porque é que isso é algo que custa tanto a perceber a tanta gente!?

Anónimo disse...

Este episodio deu ontem na fox! :)
Sê exigente sim. Não andamos aqui para dar jeitinhos em ninguém. É o que eu acho. E aquela máxima enquanto n encontras o tal vai te entretendo... tb não é comigo. Beijos. Sê feliz

Anónimo disse...

Minha querida sonhadora, eu tb era assim. sou assim. mas às vezes confesso que isto não existe. pq as pessoas são reais. de carne e osso. ninguem gosta tanto de alguem 50 anos seguidos. há quimica,compatibilidades, energias, sintonias, atracções, uma boa disposição, uma boa energia. Há amor para dar e vender, mas tb há discussões e pratos no chão. O verdadeiro amor nasce quando reconhecemos que o outro é nosso de vez em quando e não é o que existe na nossa imaginação. Ele é real. Ao contrário do que acontece na paixão.

Meia de Leite disse...

Esta cena é linda.
A série é linda.
E o Amor assim existe.
A paixão vai desaparecendo com o tempo, mas o amor fica.
É claro que dá trabalho e que há dias bons e dias maus, mas o verdadeiro Amor alimenta a vontade de lutar para que tudo continue a correr bem.

Sara M. disse...

oi,
nao podia deixar de comentar este.
tb penso e sinto isso. e ha filmes q me deixam naquela: "fogo.. será q é possivel viver 1 hist assim?". olha nao vou estar aqui a filosofar sobre paixao, amor e afins.
so queria mm dizer q te percebo perfeitamente

*

Buttafly disse...

Sabes aquele post que poderia ter sido eu a escrever, de tanto concordar? É este. Sem tirar nem pôr...

;)

P. disse...

a mim dizem-me para n ser tao esquisita.. eu digo q n sou esquisita, sou selectiva.
tal cm tu, n me vou contentar c o q acho que n é suficiente, so porque sim, so pq uma pessoa "tem de" ter alguem.

great post

beijinhos de uma leitora recente

Me disse...

Encontrei o teu blog por acaso, e comecei a ler porque achei o titulo bastante interessante, quando dei por este post, pensei como te entendo como sei o que é ouvir a mesma frase todos os dias, as mesmas criticas ao facto de não aceitarmos menos do que temos direito, quando digo que não quero um " namorado" não me entendem, finalmente alguém que pensa como eu, que sabe do que falo o que penso e o que desejo....é tão difícil para os outros que é melhor a solidão do que apenas um rotulo social....
adorei o teu blog....

AnaBond disse...

uma amiga mostrou-me este post...
ainda nem sequer conhecia o teu blog, e adorei... vou adicioná-lo ao meu bloglines, se não te importares.

só para dizer que um amor assim existe... e eu tenho essa rara sorte de o ter encontrado, e vice-versa. e já lá vão 10 anos. e não começou com uma paixão. e a cada dia que passa o meu amor aumenta, a minha paixão aumenta, e ainda hoje tenho borboletas no estômago, e ainda hoje recebo sms's e ainda hoje trocamos juras de amor.
e nem ele nem eu somos perfeitos... 'but you know what?' somos perfeitos um para o outro, e aí é que está o busílis da questão... somos perfeitos um para o outro (ou melhor, só se estraga uma casa) e por isso é que nos damos bem e todos os dias o amor cresce.

ah, e com dois filhos pelo meio ;)
abraços. adorei o post.

Evinha disse...

Lindona..só vi o post hj.. aiii que nós somos tão parecidas!!! .. eu tb já tive um amor assim.. tão grande ..tão louco ..tão acima de tudo e de qualquer coisa.. que não aguentei..e fugi .. e depois tive outro..um amor morno..sem discussões e sem vida ..e fartei-me.. tive saudades da paixão e do turbilhão de emoções que era o outro.. e por fim tive um outro..como o primeiro..daqueles que vêm com tudo..que nos deixam sem chão..a mil..com as pernas bambas.. mas só que ao contrário do primeiro..esta pessoa não consegue nem sabe viver um amor assim.. e tá difícil ..mesmo muito difícil.. Então pensei.."nc mais na vida me atiro assim de cabeça ..sem pensar se me vou magoar.." ..Mas não dá!! ..amor morno não dá pa mim!!..tem de ser escaldante.. pq mesmo escaldada ..não sou como os gatos..não fico com medo de água fria!;***.. beijo mais que bom..amei o post.. tens toda a razão! ..e depois lá por seres linda de morrer e poderes estar com quem kiseres..não vais estar com alguém só por isso.. tem de ser mais que isso..;)) ..porque tu mereces*