terça-feira, março 25, 2008

...

E depois dá-me na cabeça e faço merdas destas.

Bem, not exactly, que eu ainda sou muito nova para casar, mas inspirada em.

Às vezes há que arriscar. Já dizia o povo, quem não arrisca não petisca, e eu quero petiscar.

13 comentários:

carola disse...

Estou no mesmo dilema...

petaseta disse...

gostava eu de ter coragem para fazer algo assim!é tao mau ficar sempre à espera deles (homens)..

misskitsch disse...

hmmm
espero pelo resultado e cruzo os desejos para te desejar sorte ;)

Ana disse...

Vamos ter casório? =)
Gosto muito! Vou ser a madrinha de um em Abril! Eheh

Beijinhos*

TT disse...

Adorei a atitude :)

Marisa disse...

Já tinha lido esse post e achei graça à ideia. Inovadora é de certeza. Nunca se sabe o que pode sair daí :)

apipocamaisdoce disse...

Boa! Vai-te a ele(s). Quanto a mim, só gostava que aparecesse uma pessoa por quem me apetecesse cometer loucuras. Isto anda fraco, fraco. É de Lisboa ou isso aí para cima também anda mau?

kiss me disse...

Aqui em cima anda péssimo. Parece que não há um só mocinho interessante e solteiro. Daí cometer "loucuras". É mesmo como disseste, o pior que pode acontecer é n ter resposta.

Obrigada pelo post, foi um empurrão ;)

Matryoshka disse...

O mundo é dos ousados...!

Andreia do Flautim disse...

O povo até diz umas coisas acertadas!

Pulha Garcia disse...

Arriscar é giro. Conhecer psicopatas é estimulante.

Gustavo "Che" Gouveia disse...

A ideia é engraçadissima, mas como sabes a quem mandar isso?

kiss me disse...

A alguém que faça o teu coração bater mais depressa sempre que o (a) vês.