quarta-feira, março 19, 2008

Ai, que este país não anda bem

Ouvi este fim-de-semana a notícia que toda a gente já deve ter ouvido, sobre a proibição dos putos porem piercings ou fazerem tatuagens até aos 18. Já queria ter escrito sobre isso mais cedo, mas esta semana ando com muita preguiça de fazer o que quer que seja em frente ao computador. Tenho andado mais ocupada a passear, ir às compras, almoçar fora, comer gelado na esplanada e parlar italiano. Mas voltando ao assunto, onde é que foram buscar tal ideia? Ainda se proibissem os homens de andarem de meias brancas ou calças curtas, vá lá, era uma coisa pelo bem da humanidade, que uma calça curta é coisa que fere os olhos. Agora proibir piercings e "maquilhagem permanente"? Mesmo que os miudos tenham permissão dos pais? Com que justificação? Por ainda serem novinhos e não saberem o que querem e poderem mais tarde mudar de ideias? Se for por isso quanto aos piercings basta tirá-los que o furo acaba por fechar, e se não fechar também mais furo menos furo, não há-de fazer grande diferença, já temos tantos e já. As tatuagens é mais difícil sair mas nada garante que alguém que o faça mais velho também não se vá arrepender. Aliás, qual é o raio da diferença entre fazer o dito piercing aos 17 anos 11 meses e 30 dias e fazê-lo aos 18 anos 0 meses e 1 dia?

Oh pá, tirem-me deste filme. Ganhem juizinho senhores do governo! Querem discutir, de certeza que se há-de arranjar qualquer coisinha sobre a qual se podem debruçar... sei lá... sobre o desemprego, as reformas, a saúde, a educação. Que dizem, hã? Hã?

13 comentários:

.lado errado do coração disse...

Concordo totalmente e tenho dito!

bom post*

wednesday disse...

POis eu também ouvi a notícia e pus-m elogo a pensar que raio é que eles têm a ver com isso? Se queriam fazer de facto alguma coisa, então que pensassem antes em alguma coisa relativamente aos locais onde essas coisas se fazem. Não têm mesmo nada mais interessante para fazer? É que eu assim de repente lembro-me de mais umas 9849038905 coisas que podiam mudar neste país!

ana disse...

Em vez de se debruçarem sobre ideias/temas que não lembram a ninguém deviam antes fazer crochét ou renda. Tá visto que, até aos 18 anos, os paizinhos já não mandam nada. Não, claro que não, o Estado é que manda.Se uma pessoa quiser furar-se e pintar-se até à exaustão tb nao pode e tb nao serve de nada o corpo ser seu looool.Desgraça!
Mas, como tu disseste e bem, pensarem seriamente em questoes importantes dá muito trabalho.

Beijinho

Gustavo "Che" Gouveia disse...

Mas isso é assim com tudo, também qual é a diferença se um puto apanha um pifo com 15 anos e 11 meses ou com 16 anos?

medusasss disse...

Sim, não passa tudo de um fait divers... pfeeeeeeeeeee
*** e boa páscoa!

Cheguevara disse...

Bom post.

Mas a questão prende-se com o facto de não ser possivel "medir" a maturidade de um miudo de modo a saber se ele já é capaz de tomar decisões.

A proibição é ridicula, mas a ser levada para a frente tem de se regulamentar e encontrar uma fronteira, para a permissão.

Marta disse...

Concordo com tudo o que disseste!

bonito blog.

bj

TT disse...

Pois...a "questão" provocou-me tantas comichões que conseguiu estragar um bonito período de reflexão...

http://planeamentopontocom.blogspot.com/2008/03/no.html

Parabéns pelo Blogue

Ana disse...

Eu também não percebi muito esta contorvérsia toda. Eles dizem que é por causa da higiene pública =S

Fiquei a perceber ainda menos.. =S

Beijinhos*

Irene disse...

Passei por aqui e este post chamou-me a atenção, precisamente porque também me apeteceu escrever sobre este «disparate», mas acabei por não o fazer.
Encaro esta «medida» como uma manobra de diversão dos poblemas reais do país!
Parabéns pelo blog que tomei a liberdade de linkar.

O pensador disse...

Está história do piercing não é assim tão dificil de perceber.
Nada acontece por acaso!

Eu pelo menos, quando li a noticia no DN percebi imediatamente qual é a verdadeira finalidade desta lei.
Basta ler este texto:"As sanções previstas (que variam de acordo com o incumprimento, de um mínimo de 1500 a um máximo de 45 mil euros) só se aplicam aos estabelecimentos"

Quando um pais não tem nem oiro nem petróleo, há que inventar receitas!

Habituem-se a ideia porque cada dia que passar será cada vez mais disparatado...

Pedro disse...

Os putos fazem os piercings no Brasil e depois como é? Vão multar as lojas lá?
Enfim...mas viram bem a pinta do deputado q avançou com o Decreto Lei?
Tá tudo explicado...

cacau disse...

Proibido devia ser o uso de sapato de vela... c'um caneco!