quarta-feira, janeiro 30, 2008

Doenças

Hoje estou com dores no corpo todo sem qualquer razão aparente. Não tenho febre, não estou com o período, não fiz nenhum desporto ou exercício exagerado, nem sequer estou constipada. É nestas alturas que queria não ter visto tantos House. Começo logo a pensar que tenho uma doença super hiper mega rara, que só uma pessoa no mundo tem (eu, neste caso), ou que apanhei algum vírus com algum colega cujo avô esteve em África ou na Amazónia há 110 anos atrás, ou que é uma infecção causada por uma bactéria qualquer que me penetrou o sistema através dos bolinhos de bacalhau que comi hoje na cantina e que é uma questão de segundos até ter uma gosma qualquer a sair-me pelo umbigo ou pelos olhos (que naquela série os sintomas nunca estão dentro dos padrões de "normalidade"). Ainda por cima o senhor agora tem outros assistentes, já não ia ver o Chase, que não faz muito o meu estilo mas que sempre era uma carinha laroca que via antes de morrer. O bom é que no final descobrem sempre o que o paciente tem, por isso é melhor não me preocupar muito, que de certeza que isto passa com uns gramas de eritropolifinacilomiafilina.

8 comentários:

Joana disse...

ahahahhaha

És de rir!

Louca por Doces disse...

Uma amiga minha uma vez sonhou que estava a empurrar um comboio e de manhã acordou cheia de dores nos braços;o)

Miss K. disse...

e hoje, como te sentes?

Pedro disse...

Olha...eu ontem tive uma faringite mas já estou bem.

As melhoras moça!!!

Marisa disse...

E no final a justificação para a doença é algo muito simples.
O ultimo episodio que vi tinha uma rapariga (que morreu) que estava doente porque tinha o fecho do sutien cravado nas costas!!
Ele há coisas!...

Mary disse...

És tão engraçada :) as melhoras. Beijinho

Ana Raquel disse...

LOL, por acaso estou a ver o house.
Eu ando rouca há 3 dias e cheia de tosse... Meeeedooooo
**

Ana disse...

Olá,

adoro o teus sentido de humor...
Pediste algures que corrigissemos qualquer erro, por isso cá vai: não é "umas gramas",mas sim "uns gramas".

Beijinhos