quarta-feira, setembro 19, 2007

Inglês (pouco) técnico

Já não bastava a Marta Leite e Castro cumprimentar os telespectadores na gala do Eurovisão da Dança com um "good night" e ser gozada indecentemente pelo apresentador inglês ("wait, don't go yet"), temos agora um PM que nos deixa ficar mal lá pelas Américas.

PRIME MINISTER SÓCRATES: Thank you, Mr. President. It was a very sympathetic conversation* with you.
(...)
And thank you also for the opportunity to discuss some of our more delicate matters in the international agenda, mainly the question of Kosovo and the Middle West** [sic] problem. I had the opportunity to tell the President how Europe can see with good*** (inaudible) the declaration on Middle East of President Bush, the nomination of Tony Blair.

*uma conversa por pena, se calhar até foi!

** Médio Ocidente?!?

*** can see with good eyes? Será? Numa tradução muito manhosa da expressão portuguesa "ver com bons olhos"?

Enfim, we are done to the steak com estes nossos representantes lá fora!

A totalidade do diálogo pode ser lida aqui

22 comentários:

FilipeRodrigues disse...

Tirei curso de Inglês em Coimbra. Percebo perfeitamente as tuas referências. No entanto não percebo a pertinência do post tendo em conta que em Portugal não se fala Inglês como língua mãe e isso explica que nem todos falem Inglês tão bem quanto outros. Acho perfeitamente normal haver falhas aqui e ali, mesmo tratando-se de "representantes lá fora". E de certeza que ninguém nos EUA nos vai gozar por isso...pelos vistos as críticas vêm é de dentro.

tensoes disse...

convenhamos que e' um bocado inadmissivel que o representante maximo da diplomacia portuguesa nao saiba falar convenientemente a lingua mais internacional no momento... quanto mais nao seja, que nao leve o discurso preparado no bolso do casaco, pelo menos para nao fazer figuras tristes.. ate' pq nao so representa o pais como tb a UE estando Portugal na presidencia da uniao...
ENFIM, tiny-tugas...

Buttafly disse...

Permitam-me discordar com o Filipe Rodrigues no seu comentário. Quando alguém com a posição do político visado não tem a capacidade de transmitir uma mensagem correctamente, quem o fará?!
É por estas e por outras que o medianismo impera na tugalândia.

kiss me disse...

Filipe Rodrigues, as críticas TÊM é que vir de dentro. Se a atitude reinante for a de condescendência com as "falhas aqui e ali" o nosso paísinho nunca andará para a frente.

O pensador disse...

Eu até acho que ele nem foi assim tão mau!
Estava a espera de muito pior!
Na verdade,ninguém pode condenar o péssimo inglês do Sócrates ,porque no fim de contas,toda a gente sabe que ele tirou o seu curso de engenharia por correspondência (viva o 25 de abril!)e um homem que não assiste as aulas,também não pode saber o que disse o professor,não acham?

Gostaria também de comentar uma frase que o sr Filipe Rodrigues deixou na sua mensagem:

"Acho perfeitamente normal haver falhas aqui e ali, mesmo tratando-se de "representantes lá fora". E de certeza que ninguém nos EUA nos vai gozar por isso.."

Sr Filipe,não sei se o sr sabe que a grande maioria dos americanos ainda continuam a acreditar que "Portugal" é uma cidade espanhola..(e isto para aqueles que já ouviram falar em Portugal).

Se não é gozo,para mim é claro que se trata de desprezo..

kitty disse...

Também falei sobre o péssimo inglês do Sócrates no meu blog. Ele tem a obrigação de falar melhor, principalmente quando o inglês é a principal língua mundial. E depois essa da Marta Leite Castro foi de morrer a rir, o apresentador claramente a gozar com ela, o pior é que acho que ela não percebeu. A RTP quando escolhe alguém devia escolher alguém melhorzinho

Cronista Ocasional disse...

"Um homem só deve falar, com impecável segurança e pureza, a língua da sua terra: - todas as outras as deve falar mal, orgulhosamente mal, com aquele acento chato e falso que denuncia logo o estrangeiro."
Eça de Queiróz in: A correspondência de Fradique Mendes.
O que eu verdadeiramente acho é que o Primeiro Ministro deveria ter falado, sobretudo em público, em Português.

Marciana disse...

Sou da opinião do cronista ocasional. Teria sido muito melhor se o "Eng." Sócrates tivesse falado em Português.

Feiticeira disse...

Eu tambem sou da opini�o do cronista ocasional.
Sempre que algum estrangeiro, seja ele VIP ou n�o, vem a Portugal, N�s os tugas temos sempre que falar a ingl�s.
Porque motivo � que quando N�s vamos a outros paises, n�o podemos falar Portugues??? Afinal somos 230 milhoes (fonte Wilipedia)a falar Portugu�s.

Papoila disse...

Sim, concordo com o cronista ocasional. No entanto, já que essa não é a prática comum, ao menos que falem inglês como deve de ser, bolas.
Mas também kiss me, deixa lá que aquilo era um burro a falar para um ignorante, por isso... :/

Papoila disse...

Mas é óbvio que é vergonhoso...

tensoes disse...

meus meninos (e meninas) ocasionais e afins:
1º estamos perante uma época global na históra! todos os dias somos bombardeados com conceitos com a palavra global (desde economia, cultura, etc) portanto, numa fase de globalizaçao e de cultura globalizante, seria um pouco complicado o PM falar em portugues e ser levado minimamente a sério
2º falando em inglês, o sr engenheiro so demonstra sinais de cultura superior, digninando-se a ser a falar a outra lingua, demonstrando-se superior a comentarios (devia no entanto saber falar correctamente)
3º o grande eça, no entanto, mesmo esse grande diletante, está mais de um século atrasado... porque a ideia de que devemos ser burros, nao ligar ao que se passa no resto do mundo e chegar a um país e fazermos questao de falar mal e com "acento" e sermos notados pela negativa... confesso que a ideia aparenta estar desactualizada!

Jasmim disse...

Mas é claro que o Primeiro Ministro TEM de falar melhor inglês do que aquele que mostrou! Não há desculpa, foi péssimo.

Jasmim disse...

Mas é claro que o Primeiro Ministro TEM de falar melhor inglês do que aquele que mostrou! Não há desculpa, foi péssimo.

Helene de Troia disse...

Concordo inteiramente, devemos mostrar superioridade e conhecimento doutra lingua, que não a nossa.. É verdade que ainda nos julgam uma terriola Espanhola, ainda há uns tempos tive que dizer a um ingles em Londres que era dum pais pequeno ao lado de Espanha.. é triste, mas o nosso PM, além dum sotaque que nem é muito mau de todo, só nos eleva para um nivel de que não somos uns aldeões burros como toda a gente pensa, e como todos os filmes nos retraram.

Helene de Troia disse...

retratam* my mistake ;P

Maria disse...

Duas palavras: cursos intensivos...

Cronista Ocasional disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Cronista Ocasional disse...

Cara Helene (Helena?)
O que quer dizer exactamente com:
".. mostrar superioridade .. doutra língua .."
e
"... só nos eleva para um nivel de que não somos..."
Se preferir pode explicá-lo em Inglês :)

PS. Já agora, há aldeões burros, inteligentes e assim assim.

Pedro disse...

a do midle west é de escangalhar a rir...nem queria acreditar q ele tinha dito aquilo
hehehehehehe

Pink Lady disse...

Não foi a cadeira de Inglês Técnico que lhe deu a licenciatura? Pois...

Telma_ disse...

com 15 anos, tenho a certeza que conseguia falar com o 'senhorzinho americano' muito melhor que o socrates

[sr. PM há um instituto britanico excelente em barcelos, devia passar por lá um dia destes =P]