quinta-feira, abril 26, 2007

...

O pior não é ouvir bocas nojentas daqueles empregados da construção civil que passam o dia a olhar uns para os outros ou para um montão de cimento e ferros e que não têm um computadorzinho à mão para irem espreitar umas miúdas giras e nuas, para satisfazerem aquela necessidadezinha saloia masculina de dizer ordinarices. O pior é passar na rua por um homem de 50 e tal anos, com a idade do nosso pai, a sair de um Mercedes, de fatinho e pasta de couro puro na mão e ter que ouvir um "dava-te uma f***!". E não foi "flor" que o senhor disse!

15 comentários:

MiSs Detective disse...

oh flor! dá pa por?!

sinceramente, nao compreendo essa necessidade dos homens das obras! deve ser pre-requisito para entrarem na profissao.

Por acaso hj ia na rua para e passou um a dizer o mesmo. Eu compreendo, eu entendo que exerça alguma fascinio LOL pelos meus lindos olhos verdes (note-se que eu ia de oculos de sol) e tambem compreendo que se me visse na rua tambem pensava que fazia e acontecia. Mas lá está nós mulhres, miudas WHATEVER não dizemos, pensamos.

Mas homem é homem, venha de camisola de alças e de palito no canto na boca ou venha de pastinha de pele a sair de um mercedes. E eles sentem-se bem assim com a sua virilidade piropal.

Anónimo disse...

Mais uma vez a generalizar e a criticar de forma pejorativa uma classe social. A primeira parte do teu post revela que és uma pessoa altiva, arrogante, com a mania de que é rica. Se o teu pai trabalhasse na construção civil (de resto uma profissão em tudo digna) de certeza não farias esses comentários. Deixa-te disso, desce do pedestral...

kiss me disse...

E mais uma vez as pessoas não sabem ler...

Caso não tenha reparado eu na primeira frase disse "DAQUELES empregados etc etc". Seria uma frase preconceituosa e arrogante se tivesse escrito "dos".

Assim, acho que dá para perceber que me refiro àqueles e só àqueles que mandam as ditas bocas ordinárias. A esses e não aos outros que fazem o seu trabalho normalmente sem envergonhar ninguém que passa na rua. Percebeu?

E o anónimo deixe de vir cá pelo amor da santa que já não há paciência. Ou então já que é tão bom identifique-se que uma pessoa com tão elevados valores morais e com tanta vontade de criticar deve ser uma pessoa fantástica!

Papoila disse...

Bom, altiva ou não, arrogante ou não eu realmente acho que a MAIORIA dos homens das obras são com dizes, é um facto, caramba!
Qualquer mulher (atenção que é mesmo qualquer uma, não é preciso ser-se top model que os tipos não são esquisitos!) que saia à rua e passe por 5 locais em obras já sabe que nos 5 vai ouvir bocas. É um facto, gostem os anónimos-defensores-dos-pobres-e-oprimidos-com-a-mania-que-são-politicamente-correctos ou não...

mInErVa disse...

Sim, metem nojo. será que não se capacitam da figura decadente que protagonizam??? Os das obras até se entende, já faz parte da profissão, é assim como que um procedimento a cumprir, mas os outros, os do fatinho??? Credo!
Bom Fim de Semana
MiN

MiSs Detective disse...

estes anonimos, nao têm mai nada que faça? se não gosta porquê passar por cá?! Não se aborreça com estas generalizações infelizes como diz, e preocupe-se com causas maiores. Como por exemplo a fome em áfrica e vá para esses sitios comentar e mandar bitaites e isso. Que maçada!

Agora se me permite Kiss Me, lanço aqui um desafio ao anónimo: descreva-me um pirata.

ticha disse...

sei qual é o espécime.... nojo...

Luna disse...

Muito mau...

wednesday disse...

Os anónimos também deviam ter resposta no mesmo estilo: não há nome, não há resposta, passa em frente...

Quanto aos "senhores" das obras, sim, a maioria é assim, não há cá dúvidas. E também não há dúvidas que há pessoas dignas em todo o lado, mas lá que quem quer que seja que venha com essas bocas parvas é nojento, é.

Blue_Butterfly disse...

só tenho uma pergunta: O que é um pedestral?lolololol

Jaime disse...

Ainda hoje vi homens das obras a lerem uma revista assim a atirar para leitura (exclusivamente) masculina.

Jaime
www.blog.jaimegaspar.com

Joana disse...

Dizem os especialistas que o "mandar bocas às meninas/senhoras" que passam na rua é uma forma de mostrarem a sua masculinidade, uma vez que, estão rodeados de pessoas do mesmo sexo.
Agora quanto aos Srs que andam na rua, sozinhos,esses não precisam de mostrar que gostam de mulheres a ninguém.
É mesmo... por ordinarice!

Fica bem!
beijinhos**

trolha disse...

Peço desculpa mas... trabalho nas obras e sinto que quando não mandamos o nosso (belo) piropo as Damas ficam ofendidas, como sempre preso por ter cão e preso por não ter, mulheres!!!

Anónimo disse...

e então? era de graça!

Alexandre disse...

O pior nem é mesmo isso. O pior é saber que os homens portugueses afinal só dão uma. Flor, claro...