quinta-feira, novembro 23, 2006

Até que a falta de dinheiro vos separe

Hoje ao almoço estava eu a comer os meus filetes com arroz de berbigão (que aliás se devia chamar arroz dO berbigão, já que no meio de milhares de grãos de arroz só se via uma mísero berbigão triste e solitário), quando começo a ouvir na mesa ao lado (porque eu sou a típica mulher que não se contentando em estar atenta à conversa que decorre na própria mesa também precisa ouvir as conversas do lado) um coleguinha meu dizer “só o fotógrafo são 1500 euros no mínimo, o casamento ao todo já vai em mais de 15000 euros”. Ao ouvir isto até o berbigão (o dito cujo) se me entalou na garganta. QUÊÊÊÊ??? 15000 euros??? Mas esta gente tá tola ou quê??? Eu sei que um casório para 500 pessoas, chegar à igreja de limusina, entrar na igreja ao som da marcha nupcial com meninas das alianças a atirar petalazinhas de rosa à medida que vão andando e um copo de água numa quinta toda decorada de flores brancas, um bolo de 7 andares é uma coisa piros…. cof cof…. quer dizer, bonita, mas dar mais de 3 mil contos para casar é um exagero. E muitas vezes nem é um sonho próprio. Ai os meus pais querem muito, ai os meus padrinhos morriam se não casasse na igreja, ai o meu tetravô antes de morrer disse que adorava que eu tivesse um casamento como o dele. E o cúmulo é que há quem peça empréstimos para casar! Eu se ganhasse o euromilhões até era capaz de ir casar a Roma como o ex-menino-querido-de-Hollywood-e-actual-destrambelhado-de-todo Tom Cruise, mas como não tenho só vos digo, meus amigos, eu com esse dinheiro fazia um casamentozito na praia para amigos chegado e família ainda mais chegada e pirava-me com o meu mais que tudo (que num casamento é o MAIS importante) assim, sei lá, para a Polinésia francesa, Jamaica, Caraíbas, qualquer sítio com muito calor, muito sol, muita palmeira, muita boa vida e papo para o ar e muita felicidade (que é com o que os pais, tios, padrinhos, avós e sabe-se lá quem mais se deviam preocupar). E assim até me poupo o trabalho de receber 30 varinhas mágicas, 12 salvas de prata, 4 microondas e um candeeiro caríssimo que eu não ia gostar e ia ficar para todo o sempre, ainda embrulhado naquelas bolhinhas de plástico, na arrecadação da casa dos pais.



Sou uma pessoa prática, é o que é!

14 comentários:

O Autor® disse...

Concordo...... a lua de mel é que podia ser melhor escolhida!! :)

Mas eu sou suspeito...já que não gosto de torrar ao sol! Para além dests locais não serem necessariamente românticos!

Estão-se a tornar um pouquinho cliché estes destinos para luas de mel. Não consigo compreender muito bem porquê no entanto.

Só falta a minha futura mais que isto concordar com isto...o que não deve ser fácil....lá vou eu para a Cuba ou a Bora-Bora (grande nome).

Tenho dio

O Autor® disse...

queria dizer "futura mais que tudo" ...

kiss me disse...

Eu ainda estou na fase em que gosto de torrar ao sol, e muito! e ver águas cristalinas e ter muito calor e ver gente semi despida... enfim, TROPICOS!

sergonov disse...

Eu fui para as Mauricias (lua de mel) ainda por cima foi a minha mulher que ganhou a viagem no concurso na Comercial (Rock Zoo), eheheh até sabe melhor!

Quanto ao casório vale a pena num dia que deverá ser inesquecível mas tb não é necessário gastar tanto!

Para não levar com prendas indesejáveis, uma lista a tua escolha sempre ajuda, claro que não nos livramos de algumas prendas para enfeitar a arrecadação.
Já agora alguém está interessado numa terrina da companhias das Índias!?
É que dizem que a peça é muito cara etc e tal mas...

Bolacha Maria disse...

O que eu gosto mais é quando se oferece aquelas presentes que temos que rapidamente esconder mas que quando somos convidados ainda consideramos para prenda...

Rivera disse...

Eu vou casar para o ano que vem e também quero simplificar as coisas.

- não caso na igreja (vai o sr do registo à quinta);
- não quero bolo com andares (acho fatela);
- não quero o fotografo na minha casa (tira as fotos na quinta e já é muito bom);
- não quero video de casamento (são uma seca e nunca se vêem).

ana disse...

Concordo com todos, mas temos de ver que os tugas são os reis dos casamentos, baptizados e comunhões (logo atrás de Espanha, onde se gasta o mesmo num baptizo como num casamento!)...Com tanta criança a morrer no mundo! Bah!

PS - gosto muito do teu blog!
Keep it up!

Pedro disse...

Eu dizia o mesmo mas qd passares por ela vais ver q não é tão "simples" assim...qqr catering minimamento decente ronda os 12-18 cts por pessoa. E não estamos a falar de luxo. Depois tudo depende do numero de convidados e aí sim depende de ti.

O fotografo...acredita q o q é bom paga-se e ACREDITA q depois vais dar MUITO valor às fotos, filmes e tudo o q fizeres (partindo do principio q casarás por convicção/amor e não para sacares a fortuna a um qqr velhote..hehehe)no dia do casamento.Então video aconselho-te totalmente...ficam sempre gravadas situações fantásticas.

Na parte q me toca nem dei por passar o tempo enquanto estive nas fotos/filmagens.

Mas é de facto dispendioso...muito dispendioso...e é só o inicio

MUAHAHAHA

Pedro disse...

- não quero o fotografo na minha casa (tira as fotos na quinta e já é muito bom);
- não quero video de casamento (são uma seca e nunca se vêem).


Rivera: Não faças isso. Vais-te arrepender.

sergonov disse...

Rivera,

Ouve bem o Pedro, o meu vídeo acabou por não ficar muito mau, no inicio tem um resumo de 5 minutos (não é nada mau) onde posso relembrar o casamento todo.

E como o Pedro diz, tenho cerca de 20 minutos com todos os meus amigos em cima do palco a cantar musicas que escreveram só para nós!

Ainda bem que tenho o vídeo é brutal.

E mesmo que não seja para ti acho que os teus filhos (se os tiverem) vão gostar!

Acredita não te vais arrepender.

kiss me disse...

A questão meu querido Pedro é que eu NÃO pretendo passar por isso ;)

O Autor® disse...

Hee pá não me falem de vídeos de casamento.... cada vez q me lembro d cenas tristes que ficaram gravadas...até me arrepio!Eu a dançar sou um mimo....mas já fui pior....ainda há esperança!

Aquilo das fotos em casa é mto mau realmente!

Pedro disse...

Kisse fofa tb eu dizia o mesmo
:)

kiss me disse...

Pedro, eu sei, daqui a uns tempos conheço o príncipe e venho aqui anunciar um casamento para mil pessoas, com vestido de cauda de 1000 metros, um fotógrafo e aquelas fotos da praxe sentada em frente ao espelho, a marcha nupcial, a primeira dança, tudo....